Saúde

Brasil acumula 159,4 mil mortes por covid-19 desde início da pandemia

Foram registrados 508 óbitos desde ontem

Divulgação

Balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta sexta-feira (30), aponta que as mortes decorrentes da covid-19 chegaram a 159.477 desde o início da pandemia. As informações são consolidadas a partir de dados das secretarias estaduais de saúde.

Em 24 horas, desde a divulgação do boletim de ontem até a divulgação dos dados de hoje, foram registrados 508 óbitos. Ontem, o sistema de dados sobre a pandemia marcava 158.969 mortes por complicações pela doença. Ainda há 2.300 mortes em investigação.

O balanço indica que o número de pessoas infectadas com o novo coronavírus desde o início da pandemia atingiu 5.516.658. Entre ontem e hoje, foram notificados 22.282 novos diagnósticos positivos. Ontem, o sistema do ministério trazia 5.468.270 pessoas com covid-19 desde o início da pandemia.

Conforme a atualização do ministério, ainda há 390.917 pacientes em acompanhamento. Outras 4.966.264 pessoas se recuperaram da doença.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes são São Paulo (39.255), Rio de Janeiro (20.565), Ceará (9.337), Minas Gerais (8.962) e Pernambuco (8.609). As Unidades da Federação com menos óbitos são Acre e Roraima (692), Amapá (747), Tocantins (1.097) e Rondônia (1.455).

Notícias Relacionadas

Pedestre morre atropelado na BR-101 em Içara

Covid-19: Amrec e Amesc passam para o nível grave

Mesmo com a redução do risco em quatro regiões, os dados da dimensão de Capacidade de Atenção, que aponta a ocupação de leitos hospitalares, ainda se encontram no nível mais alto em todos os locais.

Criciúma: lojas ficam abertas até as 17h

Além de oferecer mais tempo para os consumidores fazerem suas compras e pagarem contas, a iniciativa também evita a aglomeração nos estabelecimentos, principalmente por se tratar de início de mês.

Homem morre ao tentar desatolar caminhão de serviço, em Urussanga

Ao cortar a madeira que impedia a passagem da roda do caminhão o veículo desceu e atingiu o trabalhador.