Esporte

Brasil conquista três medalhas no tênis de mesa paraolímpico

Seleção brasileira contou com o técnico da FME Criciúma/Mampituba, Alexandre Ghizi

Divulgação

O Brasil conquistou uma prata e dois bronzes no tênis de mesa dos Jogos Paralímpicos de Tóquio. As últimas partidas da modalidade, disputadas no Ginásio Metropolitano da capital japonesa, encerraram nessa sexta-feira (03). O técnico da Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma e do Clube Mampituba, Alexandre Ghizi, fez parte do triunfo do grupo brasileiro, sendo um dos quatro treinadores convocados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Ghizi trabalha na equipe da FME Criciúma/Mampituba, e atua como técnico há 23 anos. “O desempenho do Brasil aqui em Tóquio foi muito bom, é excelente ter ganho três medalhas”, analisou. O profissional falou do projeto social e de formação, desde a base, que desenvolve em Criciúma. “É de grande valia para a sociedade, pois o esporte além de ser a profissão de alguns no futuro, melhora a saúde, a autoestima, e traz inúmeros ensinamentos para a vida”. Alexandre coordena atividades no tênis de mesa na FME e no Mampituba, que tem parceria na formação de atletas com a fundação e com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).

Medalhas

A primeira medalha do grupo na competição foi de bronze, conquistada por Cátia Oliveira. Em seguida, a criciumense Bruna Alexandre, que iniciou no esporte pelas escolinhas da FME, conquistou a prata em sua categoria (Classe 10 – Para andantes com menor índice de comprometimento físico-motor). A última medalha, de bronze, veio no torneio por equipes, no qual “Bruninha”, como é conhecida a atleta, representou o país ao lado de Danielle Rauen e Jennyfer Parinos.

Ao todo, 14 paratletas foram convocados pelo CPB, e a equipe técnica e de apoio contou com sete profissionais, sendo a segunda participação de Ghizi numa paralimpíada. “Sempre é um orgulho representar o Brasil. Agradeço a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) e ao CPB pela confiança, assim como todo pessoal de Criciúma, que me ajudou para que eu pudesse estar aqui”, concluiu. O retorno do treinador ao Brasil está previsto para ocorrer entre domingo e a próxima terça-feira.

Notícias Relacionadas

Mega-Sena: prêmio acumula e vai a R$ 55 milhões

Dezenas sorteadas: 05 - 14 - 23 - 46 - 48 - 52

Acusado de assédio, professor do IFSC é exonerado no Sul de SC

Servidor Público Federal, professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, IFSC, que foi acusado de assédio sexual foi exonerado da função

SC é o 4° Estado do país com menor preço médio de gasolina comum; veja valor por cidade

Dados são levantados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo); na sexta-feira (1°) , governo de SC reduziu alíquota de ICMS sobre gasolina a 17%

Registros de racismo em SC crescem quase 20% em 2021

Santa Catarina é o segundo estado com maior número de registros de injúria racial, aponta Anuário de Segurança Pública; neste domingo celebra-se o dia Nacional de Combate à Discriminação Racial.