Esporte

Brasil convoca 11 atletas para Olimpíada de Inverno de Pequim

País busca primeira medalha na competição com início em 4 de fevereiro

Divulgação

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou nesta segunda (17), por meio do Twitter, os onze integrantes da delegação que vai representar o país nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim (China) que ocorrerão de 4 a 20 de fevereiro. Entre estreantes e veteranos, os brasileiros buscam o primeiro pódio na história em uma edição de inverno. Os atletas que vão competir pelo Brasil estão espalhados por cinco modalidades: esqui cross country, esqui estilo livre, esqui alpino, skeleton e bobsled.

A delegação brasileira possui alguns nomes experientes, como o de Jaqueline Mourão. A mineira de 46 anos vai para a oitava participação dela em Jogos Olímpicos, sendo seis de inverno e dois de verão (competiu no ciclismo mountain bike em Atenas 2004 e Pequim 2008, curiosamente onde volta a competir agora). Ela é um dos três nomes do esqui cross country, junto a Bruna Moura e Manex Silva. Mourão é a atleta brasileira com mais participações em Jogos Olímpicos.

Outro que retorna a Pequim depois de catorze anos – e com outro clima – é Jefferson Sabino. Em 2008, ele defendeu o Brasil no salto triplo. Agora, é um dos cinco integrantes do time brasileiro de bobsled, que também conta com Erick Vianna, Edson Martins, Rafael Souza e Edson Bindilatti. Este último vai à quinta Olimpíada de inverno da carreira. Ele declarou que esta será a derradeira.

Outros nomes da delegação são: Nicole Silveira, do skeleton, Michel Macedo, do esqui alpino e Sabrina Cass, do esqui estilo livre. Cass, de 19 anos, nasceu, cresceu e vive nos Estados Unidos, mas tem mãe brasileira. Competiu pela bandeira norte-americana por muito tempo – foi até campeã mundial juvenil em 2019 – mas passou a defender o Brasil no fim de 2021.

Segundo o cronograma do Comitê Olímpico do Brasil (COB), a partir do dia 20 integrantes da equipe operacional começam a viajar para a China, para fazer os preparativos nas duas vilas olímpicas que receberão atletas do país, em Yanqing (onde ficarão o bobsled, esqui alpino e skeleton) e Zhangjiakou (casa do esqui cross country e esqui estilo livre). A terceira vila, em Pequim, não terá nenhum atleta do Brasil. Ainda de acordo com o COB, a previsão é que os primeiros atletas brasileiros cheguem a partir do dia 27 e a delegação esteja completa no dia 29.

O Brasil esteve presente nas últimas oito edições dos Jogos Olímpicos de Inverno, a partir de 1992, mas nunca obteve um pódio. A maior delegação que o país já levou à competição foi em Sochi, na Rússia, em 2014, quando contou com 13 atletas.

Com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Balneário Rincão ganha rota gastronômica com 26 locais para conhecer

Iniciativa faz parte do Plano Municipal de Turismo e visa transformar a cidade em um destino turístico durante o ano inteiro

Região Sul do país tem melhora nas desigualdades sociais em saúde, diz FioCruz

Mesmo com a “ligeira redução”, como define a FioCruz, 65 dos 84 municípios que estiveram classificados na lista dos mais desiguais da Região Sul no início da pandemia permanecem nessa condição

SC tem aumento de 271% dos casos confirmados de dengue no 1º semestre de 2022

No Estado, 77 pessoas tiveram mortes confirmadas pela dengue neste ano

Criança de 2 anos é atropelada por ônibus em SC

Bombeiros informaram que a menina teve ferimentos graves e foi levada ao hospital; ela sofreu fraturas expostas