Esporte

Brasil pode ficar fora da Copa do Mundo se houver interferência política, diz Fifa

Presidente da CBF prometeu que trocaria Tite por Renato Gaúcho, na intenção de satisfazer Jair Bolsonaro

Divulgação

A possibilidade de alteração no comando da Seleção Brasileira para agradar o governo federal é algo passível de punição da Fifa. O presidente da CBF, Rogério Caboclo prometeu que trocaria Tite por Renato Gaúcho, na intenção de satisfazer Jair Bolsonaro.

O Estatuto da Fifa trata deste assunto nos artigos 14 e 19. “No trato com instituições governamentais, organizações nacionais e internacionais, associações e agrupamentos, pessoas vinculadas por este Código devem, além de observar as regras básicas do art., permanecer politicamente neutro, de acordo com os princípios e objetivos da Fifa”, consta a organização.

“Pessoas vinculadas por este Código não devem desempenhar suas funções (em particular, preparar ou participar na tomada de uma decisão) em situações em que um conflito de interesses existente ou potencial pode afetar tal desempenho”, diz o artigo 19.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Homem sofre choque elétrico após encostar barra de alumínio em rede de alta tensão em Içara

Ele estava sobre o telhado da edificação comercial durante o acidente de trabalho e sofreu queimaduras elétricas de 3° grau.

Brasil permanece na vice-liderança do ranking de seleções da Fifa

Bélgica continua líder e Inglaterra assume a terceira posição

São Ludgero compra nova ambulância com destinação de emenda parlamentar do deputado Júlio Garcia

O investimento total foi de R$ 179.000,00

Projeto Arte nas Escolas e Comunidades já reúne mais de 1,3 mil alunos de Criciúma

Iniciativa proporciona aulas de balé, artes circenses, música, fanfarra e teatro para os estudantes de 27 escolas da rede municipal