Saúde

Brasil registra 11.130 casos de Covid-19 e 486 mortes

Isso representa um aumento de 852 casos em relação ao balanço divulgado ontem (4)

Divulgação

O Ministério da Saúde divulgou, na tarde de hoje (5), os números atualizados do novo coronavírus. De acordo com a pasta, o número de infectados, no momento, é de 11.130. Isso representa um aumento de 852 casos em relação ao balanço divulgado ontem (4). O número de mortes é de 486. Foram 54 mortes nas últimas 24 horas. A taxa de letalidade do vírus no Brasil é de 4,2%.

O estado de São Paulo ainda concentra o maior número de casos (4.620) e também o maior número de mortes (275). Todas as regiões, no entanto, apresentaram aumento no número de casos. Em relação às mortes, apenas o Centro-Oeste não teve aumento, permanecendo com 12 óbitos registrados.

Na região Sudeste, o Rio de Janeiro, com 1.394 casos e 64 mortes; e São Paulo, com 4.620 casos e 275 mortes, se destacam. Na região Norte, o Amazonas concentra o maior número de casos, com 417, além de 14 mortes.

Na região Nordeste, o Ceará se destaca, com 823 casos e 26 mortes. No Centro-Oeste, o Distrito Federal tem o maior número de casos, muito à frente dos demais, com 468 casos e sete mortes. Os estados do Sul do Brasil apresentam um número de casos mais parelho. O Paraná é o estado da região com mais casos, 438, e Santa Catarina é estado com menos casos, 357.

Dentre os óbitos cuja investigação foi concluída, 228 são de homens e 160 de mulheres. O grupo de pessoas com 60 anos ou mais concentra a maior parte, com 312 (86%). As mortes de pessoas entre 40 e 59 anos somam 54. Além disso, 20 pacientes com idades entre 20 e 39 anos morreram.

Entre os grupos de risco com mais mortes estão os que sofrem de cardiopatia e diabetes. O Ministério da Saúde também registra mortes em pacientes com quadros de pneumopatia, doença neurológica, doença renal, imunodepressão, obesidade, asma, doença hematológica e doença hepática.

Notícias Relacionadas

Refugiados terão documentos de estudo validados de forma mais ágil com parceria da SED

Maior do país, expectativa de vida dos catarinenses é de 79,9 anos, aponta IBGE

Mortalidade infantil no Estado, por sua vez, é a terceira menor do país.

Içara se consolida como município que mais gerou empregos na região em 2020

Dados divulgados pelo Caged apontam que foram mais de 1,2 mil novas vagas entre janeiro e outubro.

Caixa paga R$ 1,2 bi de auxílio emergencial para nascidos em abril

Também hoje foi liberado pagamento para beneficiários do Bolsa Família.