Geral

Caixa atinge 100 milhões de poupanças sociais digitais

A modalidade bancária é usada para receber benefícios sociais

Divulgação

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participou hoje (4), no Palácio do Planalto, de cerimônia alusiva à marca de 100 milhões de poupanças sociais digitais Caixa. Também participaram do evento o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

A conta de poupança social digital permite que as pessoas recebam o auxílio emergencial e outros benefícios sociais e previdenciários sem pagar qualquer tarifa de manutenção. Essas contas têm um limite de movimentação de até R$ 5 mil por mês.

Além da isenção de tarifa, a conta permite que o titular faça três transferências eletrônicas por mês sem custos. O correntista poderá, ainda, usar a conta para pagar boletos bancários.

No caso de pessoas que tenham sido cadastradas para o recebimento do auxílio emergencial, abono salarial, saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ou o programa emergencial de manutenção de empregos, a conta poderá ser aberta de forma automática.

Podem ser depositados nessa conta outros benefícios sociais, incluindo os de estados e municípios, exceto os de natureza previdenciária, como aposentadoria e auxílio-doença. Para isso, o cidadão precisa autorizar expressamente a abertura desse tipo de conta, ou o uso de outra já existente em seu nome.

A conta pode ser fechada ou convertida em conta regular a qualquer tempo, sem custos adicionais.

Notícias Relacionadas

Intenção de Consumo das Famílias cresce pela terceira vez consecutiva

Índice aumenta 0,8% em novembro e alcança 69,8 pontos, diz CNC

Petrobras quer investir US$ 46 bi em exploração e produção até 2025

Para 2021, estima-se variação da produção de 4%

Casa é destruída por incêndio em Urussanga

Ocorrência foi registrada na tarde desta quinta-feira

Governadora Daniela Reinehr lança iniciativas na área de desenvolvimento social

A governadora Daniela Reinehr anunciou na manhã desta quinta-feira, 26, em Florianópolis, dois projetos destinados a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais dos catarinenses.