Geral

Caminhos dos Cânions do Sul aguarda título de Geoparque Mundial da UNESCO em abril

Os Geoparques são considerados territórios do futuro administrados sob um conceito holístico de conservação, educação e desenvolvimento sustentável

Divulgação

Sete municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina devem celebrar, nas próximas semanas, uma conquista esperada há quase 15 anos. Recentemente, a UNESCO enviou atualizações sobre o processo de chancela, convidando o Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul a se preparar para participação no evento digital de boas-vindas aos novos Geoparques Mundiais que acontecerá no dia 21 de abril. A novidade foi anunciada pelo presidente do Consórcio Intermunicipal Caminhos dos Cânions do Sul e prefeito de Torres, Carlos Souza, no dia 24 de março, durante a abertura da Assembleia de Verão da Famurs.

Fazem parte do Geoparque, os municípios de Cambará do Sul, Mampituba e Torres, no Rio Grande do Sul; Praia Grande, Jacinto Machado, Morro Grande e Timbé do Sul, em Santa Catarina. O evento de boas-vindas organizado pela UNESCO simboliza a entrega do selo que classifica a região como um destino de interesse internacional, inserindo os Caminhos dos Cânions do Sul na Rede Mundial de Geoparques (Global Geoparks Network). Tal título amplia as oportunidades de promoção do turismo no Sul do Brasil e projeta o território como bom exemplo de gestão com foco no desenvolvimento econômico sustentável.

Em novembro de 2021, o Geoparque recebeu dois avaliadores representantes da UNESCO que percorreram todos os municípios do território e estiveram em contato com representantes das comunidades, lideranças públicas, equipe técnica e pesquisadores. O objetivo da avaliação foi verificar se o trabalho realizado neste território cumpre os requisitos para o título de Geoparque Mundial da UNESCO, entre eles: visibilidade, atuação em rede com outros geoparques, estrutura de gestão, atividades educacionais, culturais e de pesquisa científica, além da relevância geológica.

O relatório produzido pelos avaliadores foi positivo e recomendou o reconhecimento do território como um Geoparque Mundial, indicação que foi aprovada por unanimidade na reunião do Conselho de Geoparques da UNESCO em dezembro do ano passado. A decisão agora precisa ser endossada durante a 214ª sessão do Conselho Executivo da UNESCO que acontece no dia 13 de abril, o último passo do processo de chancela que culmina no evento de boas-vindas.

Os Geoparques são considerados territórios do futuro administrados sob um conceito holístico de conservação, educação e desenvolvimento sustentável, principalmente, por meio do turismo. Neste território, as riquezas naturais e culturais são os principais recursos para a geração de novas oportunidades de trabalho, renda e melhoria das condições de vida das populações que habitam a região.

Atualmente, existem 169 Geoparques no mundo em 44 países. No Brasil, apenas um reconhecido até o momento: o Geoparque Araripe, no Ceará. O território dos Caminhos dos Cânions do Sul pode ser classificado como o segundo geoparque brasileiro, junto com o Geoparque Seridó, do Rio Grande do Norte, que também recebeu a missão de avaliação no passado e aguarda a chancela.

Dos 18 projetos avaliados em 2021, oito foram aprovados. Na cerimônia de boas-vindas, serão apresentados estes novos Geoparques que passam a integrar a Rede Mundial de Geoparques, sendo os geoparques brasileiros os únicos aprovados na América Latina, e outros seis, na Europa: Rise (Alemanha), Platåbergen (Suécia), Mëllerdall (Luxemburgo), Buzău Land (Romênia), Salpausselkä (Finlândia) e Kefalonia-Ithaca (Grécia).

Notícias Relacionadas

SC monitora varíola do macaco após 90 casos confirmados em ao menos 12 países

Até o momento, não há registros de casos de varíola dos macacos no Brasil; vírus é semelhante ao da varíola humana, inclusive nos sintomas

Dívida de R$ 2 mil motivou tiros contra sargento da PM em SC

Policial Militar foi vítima de uma tentativa de homicídio na madrugada do último sábado (21); quatro suspeitos foram presos

SC tem quase 100% de taxa de ocupação de leitos de UTI pediátricos e neonatais

Ocupação de leitos de UTI pediátricos chega a 97,9% no Estado; bebê de dois meses aguarda abertura de leito em hospital da Capital para realizar cirurgia

Barco vira e pescador é resgatado por helicóptero da Polícia Civil que fazia treinamento em SC

Resgate começou quando populares começaram a acenar para a tripulação. Vítima se chocou contra o barco.