Saúde

Campanha de Multivacinação é prorrogada em Criciúma

Intuito da ação é conscientizar pais e responsáveis sobre a necessidade das crianças e adolescentes estarem com o calendário de vacinas em dia

Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde de Criciúma segue com a campanha de multivacinação, que foi prorrogada pelo Ministério da Saúde. A mobilização, que terminaria no dia 29 de outubro, irá até o dia 30 de novembro. O objetivo é incentivar a atualização da caderneta de vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos.

“Uma alta cobertura vacinal garante uma proteção coletiva eficaz, e evita que o índice de doenças preveníveis e praticamente erradicadas aumentem. Por isso, é importante que todos façam sua parte, e fiquem atentos ao calendário vacinal de seus filhos”, aconselhou o secretário de saúde, Acélio Casagrande.

“Em 2021, por parte do município, não houve falta de nenhum desses imunizantes e nem de mão de obra nos postos”, informou a enfermeira Deise Miotello, que atua no setor de imunização da Vigilância Epidemiológica. A meta, estipulada pelo Ministério da Saúde, varia de acordo com a vacina, entre uma taxa de 90% e 95% das pessoas nessa faixa etária.

De acordo com Deise, a população alvo da campanha em Criciúma é de 33.325 pessoas. Dessas, 15.543 já compareceram para verificar a caderneta e 8.951 tiveram que receber algum imunizante para atualizar seu esquema vacinal.

As Unidades Básicas de Saúde funcionam de segunda a sexta das 8h às 12h e 13h às 17h. O responsável deve acompanhar a criança ou adolescente até uma das 46 salas de vacinação, portando documentos pessoais e a caderneta.

Vacinas disponíveis na campanha

Crianças até 7 anos

– BCG

– Hepatite B

– Poliomielite 1,2,3 (VIP – Inativa)

– Poliomielite 1 e 3 (VOP – Atenuada)

– Rotavírus humano G1P1 (VRH)

– DTP+Hib+HB (Penta)

– Pneumocócica 10-valente (PVC 10)

– Meningocócica C (Conjugada)

– Febre Amarela (Atenuada)

– Sarampo, Caxumba, e Rubéola (SCR)

– Sarampo, Caxumba, Rubéola e Varicela (SCRV)

– Hepatite A (HA)

– Difteria, Tétano e Pertussis (DTP)

– Varicela

Crianças a partir dos 7 anos e adolescentes

– Hepatite B (HB recombinante)

– Diferia e Tétano (dT)

– Febre Amarela (Atenuada)

– Sarampo, Caxumba e Rubéola (SCR)

– Papilomavírus (HPV)

– Meningocócica ACWY (Conjugada)

Notícias Relacionadas

Dez escolas municipais de Criciúma já tiveram seus documentos antigos digitalizados

Objetivo da Secretaria de Educação é criar acervo com decretos, cadastros de estudantes e professores, fotos históricas e demais documentos das unidades de ensino

Colégio Satc inicia transição de alunos para novas séries

Desafios e mudanças para os alunos que passam para o Ensino Fundamental são monitorados pelo corpo pedagógico

“Estamos perto de ver o topo da inflação”, diz presidente do BC

Campos Neto afirma que pode haver melhora no ano que vem

Queda de elevador deixa um homem ferido dentro de padaria em SC

Estado de saúde da vítima é estável; acidente aconteceu no bairro América