Trânsito

Carnaval termina sem mortes nas rodovias estaduais pelo segundo ano seguido

Em 2019, também não houve morte nas SCs, marca histórica obtida após 15 anos.

Divulgação/Secom

Pelo segundo ano consecutivo, as rodovias estaduais de Santa Catarina não tiveram registro de morte durante o Carnaval. Na Operação Alegria 2020, realizada pela Polícia Militar por meio do Comando de Policiamento Rodoviário (CPMR), foram abordados 11.470 veículos em 432 barreiras de trânsito. Em 2019, também não houve morte nas SCs, marca histórica obtida após 15 anos.

A operação teve início às 18h de sexta-feira, dia 21, e se estendeu até as 8h da Quarta-feira de Cinzas, 26. Durante este período foram registrados 92 acidentes, envolvendo 152 veículos. No total, 74 pessoas ficaram feridas.

A Polícia Militar realizou ações com a finalidade de proporcionar conforto, fluidez e segurança aos usuários das rodovias estaduais catarinenses

Flagrante de embriaguez ao volante aumenta 245%

Um dos principais focos da Operação Alegria foi a embriaguez ao volante. Durante a fiscalização, 550 motoristas foram flagrados embriagados. Um aumento de 245% em relação a 2019, quando houve 159 registros.

Durante a operação deste ano a PMRv também registrou 305 autuações pelo não uso do cinto de segurança, 152 por ultrapassagens irregulares e 109 pelo mau estado de conservação dos veículos, o que coloca em risco os outros usuários.

Dados da Operação Alegria

2020
92 acidentes, sendo 49 com vítimas, envolvendo 152 veículos e causando ferimentos em 74 pessoas

2019
91 acidentes, sendo 48 com vítimas, envolvendo 162 veículos e causando ferimentos em 64 pessoas

Notícias Relacionadas

Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

A estimativa é que sejam atendidas mais de 62 mil famílias catarinenses

PF investiga venda de dados sigilosos de clientes da Caixa

Dados de 127 clientes teriam sido violados

PGE ajuíza nova ação em busca de R$ 45 milhões do caso dos respiradores

A governadora Daniela Reinehr salienta que este é mais um passo no intuito de reaver o valor utilizado na compra dos equipamentos, que nunca foram entregues

Região inicia a vacinação em pessoas com comorbidades

Contemplados devem se cadastrar para receber o imunizante. Critérios para comprovação das doenças são estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde.