Segurança

Carros de luxo, embarcações e imóveis são sequestrados em operação contra ‘caixeiros’ em SC

Investigação apura lavagem de dinheiro decorrente de furtos a caixas eletrônicos

Foto: PC/Divulgação

A lavagem de dinheiro decorrente de furtos a caixas eletrônicos é alvo de uma operação da Polícia Civil de Santa Catarina deflagrada na manhã desta terça-feira (7), no Norte do Estado.

Realizada pela Delegacia de Investigação à Lavagem de Dinheiro da DEIC (Diretoria Estadual de Investigações Criminais), a operação Estorno conta com cerca de 60 policiais e cumpre 19 mandados de busca e apreensão em Joinville – nos bairros Boa Vista, Iririú e Boehmerwald – e um em Balneário Barra do Sul.

Além disso, três mandados de prisão temporária já foram cumpridos e uma quarta pessoa segue sendo procurada na operação que continua em andamento – duas delas teriam ligação com o furto aos caixas. Durante a operação, outra pessoa foi presa em flagrante por porte de arma.

Segundo a Polícia Civil, a investigação apontou que um grupo catarinense praticava furtos a caixas eletrônicos, aproveitando as baixas penas previstas para crimes sem violência contra pessoas. O lucro dos crimes era investido em bens de alto valor, adquiridos, inclusive, com dinheiro em espécie e, normalmente, com o uso de laranjas e testas de ferro.

O objetivo da operação foi apreender documentos para confirmar as suspeitas de ocultação e dissimulação que caracterizem a lavagem de dinheiro, além de confirmar a real situação do patrimônio sem respectivo lastro e a identificação de outros bens que não haviam sido identificados.

Durante a operação, foram sequestrados seis imóveis, 33 veículos (incluindo duas Land Rover, três BMW, três Mercedes e um Volvo) e três embarcações. Além disso, também houve bloqueio de valores em contas bancárias e ativos financeiros. A estimativa é que o valor total de bens sequestrados chegue a R$ 10 milhões.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Em cinco horas, PMRv recolhe 13 carteiras de motoristas e prende um por embriaguez ao volante em Laguna

O montante é preocupante segundo os policiais, já que foram somente 32 abordagens neste período. Motoristas pagarão multa de aproximadamente R$ 3 mil e ficarão sem a CNH por 12 meses.

Proprietário de lavação é preso por tráfico de drogas em Orleans

Na delegacia, o acusado confirmou que entregou 15 gramas de crack para o usuário em troca de um Fiat Uno com problemas mecânicos.

Criciúma: operação apura falsificação de exames toxicológicos para renovação de CNH

A investigação apurou que o valor cobrado dos candidatos que buscavam o exame toxicológico falsificado era de aproximadamente R$ 1,2 mil.

Polícia Civil de Lauro Müller realiza operação e prende três pessoas por roubo

A Operação foi comandada pela delegada Jucinês Ferreira nesta quarta-feira (16)