Geral

Carvão mineral apoia ações de educação que transformam vidas

Setor carbonífero oportuniza acesso a um ensino de qualidade através de apoio a entidades sociais

Divulgação

Vidas são transformadas diariamente pelo carvão, seja dentro da mina ou até mesmo em salas de aula. Isso porque o Siecesc – Sindicato das Indústrias de Extração de Carvão de Santa Catarina apoia entidades sociais comprometidas com a vida de crianças e jovens. Transformações proporcionadas, por exemplo, pelo Programa Exploradores Abadeus, que já atendeu mais de 350 crianças e adolescentes desde 2012. A ação contínua tem o intuito de fortalecer o protagonismo pessoal, social e pedagógico, além do fortalecimento da autoestima e habilidades profissionais.

Ainda na Abadeus, o carvão mineral é responsável por manter o Centro de Educação Infantil Educando para o Futuro. “Só esse projeto atende atualmente 62 crianças do bairro Cristo Redentor e região. Percebemos a educação integral como principal meio de formar cidadãos responsáveis, conscientes e produtivos”, considera a gestora administrativa, Gislaine Vieira.

Bairro da Juventude

O Siecesc também apoia o Bairro da Juventude, instituição que atende a mais de 1,5 mil crianças e jovens. Com quatro refeições servidas por dia, ao todo mais de 1 milhão de refeições ao ano são disponibilizadas. Para a diretora-executiva da entidade, Silvia Zanette, o trabalho de grupos sociais só se torna possível com o envolvimento e apoio de empresas e organizações que acreditam e se unem à causa. “Com o recurso destinado pelo Siecesc conseguimos garantir direitos como alimentação, saúde, transporte, atendimentos na área psicossocial e ainda proporcionar ações focadas na área educacional, esporte, cultura e profissionalização”, ressalta.

Nossa Casa

O apoio também possibilita o acolhimento de adolescentes em situação de vulnerabilidade, através do trabalho prestado pela Nossa Casa. “Nós recebemos meninos de zero a seis anos e meninas de zero a 18 anos. Hoje, acolhemos 22 crianças e adolescentes, conforme determinação judicial. Todo investimento contribui para que a instituição consiga sempre prestar um serviço de qualidade”, explica a presidente da instituição, Jucelane Barbosa Marques.

O Siecesc ainda apoia entidades como Asilo São Vicente, Pelotão Esperança, Proerd, Banda Cruzeiro do Sul e Larm. O setor carbonífero também participa de instituições filantrópicas e projetos sociais da região Sul de Santa Catarina por meio das empresas associadas ao Siecesc.

Notícias Relacionadas

Centro de Triagem encerra atividades e atendimentos são absorvidos pelas UBSs em Criciúma

Sintomáticos e suspeitos de Covid-19 serão atendidos pelas unidades de saúde

Coorsel arrecada tampinhas em prol da causa animal de Tubarão

Arrecadação foi entregue para as voluntárias que atuam na proteção de animais abandonados ou vítimas de maus-tratos.

Atleta de Muaythai de Criciúma é convocado para mundial na Tailândia

Welinton Benvenutti Fernandes disputará a categoria Senior Elite até 71

Teatro Municipal Elias Angeloni recebe espetáculo “O Homem Mais Inteligente da História”

Peça será nessa sexta-feira (3)