Trânsito

Casa de 10 metros de largura é transportada de forma irregular por caminhão em rodovia de SC

Responsáveis pelo serviço não possuíam autorização especial para realizar o transporte. Ocorrência foi registrada pela polícia em Xanxerê

Divulgação

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) flagrou um caminhão transportando uma casa de madeira em Xanxerê, no Oeste catarinense, na terça-feria (23). O motorista, de 34 anos, e o responsável pelo transporte, de 47 anos, não tinham autorização para realizar o transporte. A casa tinha 10,20 metros de largura total e o caminhão foi parado pelos policiais na SC-480.

O caminhão com placas de Faxinal dos Guedes, na mesma região, foi flagrado pela polícia por volta das 7h10, no quilômetro 90,3 da rodovia. Segundo a polícia, os responsáveis só poderiam realizar o serviço sem exceder as dimensões do próprio veículo. De acordo com a lei, o permitido é que seja de até 2,70 metros.

A dupla, segundo a polícia, poderá responder pelo crime de “expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente”, prevista no artigo 132 do Código Penal. Os homens assinaram um termo circunstanciado, se comprometendo a comparecer no Fórum da Comarca de Xanxerê, e foram liberados.

O homem de 47 anos, que se identificou como responsável pela operação de transporte, não tinha autorização especial de trânsito emitida pelo governo para efetuar o serviço com dimensões excedentes, “tendo todo o risco de ocorrer um acidente, já que também não tinha batedores efetuando a escolta”, informou a PMRv.

Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Jovem morre afogado após salvar criança e adolescente no rio em SC: “Herói”

Corpo de Eduardo Cordeiro foi encontrado na manhã deste domingo (5)

Criança de seis anos é resgatada após queda de dois metros, em Paulo Lopes

Aeronave transportou a vítima até o Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis

Defesa Civil de SC emite alerta para temporais neste domingo com vento forte e granizo

Dia de altas temperaturas pode ter registro de chuva intensa em um curto intervalo de tempo por todo o Estado, de acordo com a Epagri/Ciram

Beach clubs de Jurerê têm que demolir estruturas feitas após 2005, determina STF

Para o advogado, o STF não determina a demolição das estruturas, e afirma que elas podem ser "readequadas" a partir de requerimento