Segurança

Casal é preso suspeito de matar homem com golpes de canivete e tijoladas em SC

De acordo com a polícia, morte da vítima foi premeditada pelos suspeitos

Divulgação

Um casal foi preso nesta quarta-feira (2) suspeito de assassinar de forma brutal um homem de 49 anos em Palmitos, no Oeste de Santa Catarina. A vítima, que não teve o nome divulgado, foi morta com golpes de canivete, tijolos e pedras.

Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu na noite de 30 de janeiro. O homem estava em um bar quando a mulher, de 19 anos, simulou uma briga dizendo que ele havia “mexido com ela”. Com isso, ela teria pego o canivete e deferido vários golpes no corpo da vítima, inclusive atingindo os olhos.

Já o companheiro dela, de 40 anos, ao ver a situação, ajudou no crime agredindo o homem com golpes de tijolo e pedras. Ele não resistiu aos ferimentos e foi encontrado já sem vida pela Polícia Militar.

Além disso, os dois suspeitos estavam com um bebé recém-nascido no momento do crime, que teria sido deixado no chão pelos agressores durante a briga. De acordo com o delegado Lucas Almeida, a agressão foi premeditada.

— O que nós apuramos é que, mais cedo, no mesmo dia dos fatos, os suspeitos teriam provocado a vítima, chegando a jogar pedras no carro dela. Depois disso, o homem voltou ao bar e foi quando começaram as agressões — explica.

Ainda segundo o delegado, a suspeita é de que a mulher tenha contado a versão do assédio a fim de alegar que o crime foi em legítima defesa. Mas, para a polícia, no momento da agressão o casal já tinha a intenção de matar o homem.

Com o término das investigações, os dois foram presos na manhã desta quarta-feira, em Palmitos. Já a criança, de acordo com o delegado, ficou sob os cuidados da avó.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Embarcação vira com quatro pescadores no Balneário Rincão

Ocorrência foi atendida pelo Serviço Aeromédico (Saer)

Covid-19: chega ao fim estado de emergência em saúde pública no Brasil

Segundo o governo, nenhuma política pública de saúde será interrompida

Homem de 57 anos é preso após tentar beijar menina de 11 anos à força, em Orleans

Fato ocorreu na Rua Aristiliano Ramos, na tarde deste sábado, dia 21.

Número de transplantes de rim caiu nos últimos dois anos

Sociedade Brasileira de Urologia lançou campanha para estimular doação