Segurança

Casal suspeito de sequestrar menina de 4 anos em SC tentou abordar outras crianças, diz polícia

Relatos de pessoas que procuraram a Polícia Civil são de que suspeitos interagiam com adultos para se aproximar dos menores. Após ser agredida, mãe teve filha levada em Palhoça e devolvida dois dias depois; casal foi preso

Divulgação

A Polícia Civil da Grande Florianópolis afirmou que o casal preso suspeito de sequestro de uma menina de 4 anos em Palhoça já havia abordado outras famílias com filhos. Até a tarde de segunda-feira (21), mais de quatro pessoas procuraram as autoridades para relatar tentativas de aproximação. A polícia investiga se eles tentaram sequestrar outras crianças.

Segundo a Diretora de Polícia Civil da região, Eliane Chaves, moradores de Florianópolis, São José e Palhoça reconheceram o casal por imagens divulgadas nas redes sociais após a prisão. Eles foram presos na madrugada de domingo (20). Na sexta-feira (18), a dupla teria invadido a casa da criança e a sequestrado.

Os relatos das pessoas que procuraram a polícia são de que o casal interagia com os adultos para depois se aproximar dos menores.

“Diversas famílias estão procurando a polícia dizendo que já tiveram algum contato com o casal. Tem relatos que (os suspeitos) falavam que eram professores, convidavam a criança pra ir à praia. Eles chegavam, tomavam a confiança dos pais pra se aproximar da criança”, disse Eliane.

A investigação, que ainda não descobriu a motivação do crime, deve ser concluída em até 10 dias.

O casal, natural de Santiago, no Rio Grande do Sul, segue preso. Eles moram em Santa Catarina há cerca de quatro anos no Norte da Ilha, na capital, onde foram encontrados no domingo (20) com a menina sequestrada.

A mulher de 25 anos não possui passagem pela polícia. Já o homem, 44, tem boletins por violência doméstica, mas nunca havia sido preso.

Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Sequestro de menina em Palhoça teve como motivação abuso sexual e pornografia infantil, diz polícia

Segundo delegado, casal que está preso pelo crime aliciava crianças de famílias carentes para cometer abusos sexuais e produzir material pornográfico

Serra do Rio do Rastro está interditada até a tarde deste sábado (16)

O motivo da interdição é a obra de contenção da encosta

“Após chegada da vacina, Estado irá enviar doses em até 24 horas aos municípios catarinenses”, reforça governador

O governador lembrou ainda que Santa Catarina já lançou o Plano Estadual de Vacinação, alinhado ao Governo Federal.

Problema da superlotação nos balneários é debatido entre o Poder Público e representantes da sociedade

Durante a reunião, que durou mais de duas horas, cada representante apresentou ponderações sobre a atual situação e possíveis soluções