Geral

Caso de agulha esquecida em bebê de Armazém é investigado

Família diz que agulha foi deixada na criança após vacinação em posto de saúde

Divulgação

A família de um bebê de apenas um ano, de Armazém, afirma que uma profissional de saúde do município esqueceu uma agulha no quadril do menino durante a aplicação de quatro vacinas, na última sexta-feira (13), no Posto de Saúde Central. A prefeitura e a Policia Civil apuram o caso.

Segundo o relato da mãe, após deixar a unidade, a criança ficou aos cuidados da avó. O bebê estava chorando muito e ela pensou que o neto pudesse estar com alguma reação das vacinas. Em determinado momento, ao trocar a fralda do neném, a avó notou a agulha espetada no quadril dele.

A avó puxou a agulha e a criança gritou de dor. Assustada, a família procurou novamente o posto de saúde para comunicar o caso.

A prefeitura de Armazém divulgou uma nota informando que um procedimento administrativo disciplinar foi instaurado para apurar as responsabilidades e se for o caso, “será feita a aplicação das penalidades previstas nos artigos 86 à 126 da Lei Municipal supracitada”.

A família também registrou um boletim de ocorrência e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Com informações do TNSul / Sul Agora

Notícias Relacionadas

Unibave presente na Sipat da empresa Plaszapel

Por meio do programa Geração Unibave, foram ofertadas palestras de “Educação Financeira” e “Dependência Química: álcool e outras drogas”.

Identificado o homem morto a facadas e com golpes de pedra na cabeça em Criciúma

A morte de Filipe da Silva Martinho está sob investigação da Polícia Civil.

Sucesso na primeira edição, Cicloturismo deve entrar no calendário de eventos de Morro da Fumaça

Aproximadamente 600 pessoas participaram do evento neste domingo

Projeto de Lei sobre Agricultura Familiar é apresentado para Epagri e agricultores em Criciúma

Objetivo do PL é ser uma política pública de Agroecologia e Produção Orgânica