Saúde

Casos ativos em SC crescem 156% em uma semana e chegam a 11 mil

Estado não contabilizava 11 mil casos ativos desde setembro; Florianópolis tem o maior número de infectados em fase de transmissão da Covid-19 em SC

Divulgação

Os casos ativos em Santa Catarina cresceram 156,5% em apenas uma semana. O boletim divulgado pelo governo do Estado nessa quinta-feira (6) apontou 11.088 casos ativos no Estado. No dia 31 de dezembro, eram 4.322.

Santa Catarina não contabilizava 11 mil casos ativos desde o dia 2 de setembro de 2021, quando havia 11.247 pessoas infectadas em fase de transmissão da doença. Nos meses subsequentes, os dados apresentaram queda.

Outro dado que chama a atenção é o aumento de casos ativos registrado em 24 horas. De quarta-feira (5) para quinta, SC pulou de 8,4 mil casos ativos para mais de 11 mil. Isso equivale a uma alta de 32%.

Desde o início da pandemia, foram confirmados 1.252.594 casos da doença em Santa Catarina e 20.212 mortes.

Casos ativos por cidades

Florianópolis lidera o ranking de casos ativos em SC. São mais de 2,5 mil até essa quinta-feira. Joinville, que ocupa o segundo lugar, tem 947 casos ativos, conforme a Secretaria de Estado da Saúde.

Dados do Painel Covid-19 da prefeitura, no entanto, mostram que o número de casos ativos já chegou a 1.033. Criciúma fecha o pódio com 649 infectados e com potencial de transmitir a doença.

Confira as 10 cidades de SC com mais casos ativos

Florianópolis 2.518
Joinville 947
Criciúma 649
São José 516
Blumenau 468
Chapecó 411
Palhoça 277
Lages 221
Jaraguá do Sul 214
Tubarão 213

Florianópolis passa de 100 mil casos confirmados

Florianópolis passou dos 100 mil casos confirmados da Covid-19 desde o início da pandemia.

Os dados da Sala de Situação da GVE (Gerência de Vigilância Epidemiológica), que mapeia a doença em todos os 49 bairros da cidade, mostra que 101.828 testes resultaram positivo para o vírus.

Contudo, a última atualização do painel de casos do governo do Estado feita nessa quinta, ainda aponta 88.136 casos confirmados da Covid-19 na Capital catarinense.

Gráfico da Sala de Situação mostra que o número de casos diários da doença contabilizados na quinta, que foi de 929, é o maior desde o dia 8 de março de 2021. Nesse dia, foram 1.446 casos.

Ômicron

“É provável que nos próximos dias vejamos aumento no número de casos de Covid-19, por conta da inserção da Ômicron, aglomerações nas festas de fim de ano”, disse Fabiana Trevisol, professora e epidemiologista da Unisul (Universidade do Sul de Santa Catarina) ao ND+ nessa segunda (4).

Levando em consideração a experiência de outros países, a possível nova onda não deve resultar em tantas internações como as anteriores, pontua a professora.

“Embora a variante seja mais transmissível e acometa pessoas com vacinação completa, a tendência é que sejam casos assintomáticos e leves”, projeta a professora.

A taxa de ocupação de leitos de UTI SUS em Santa Catarina é de 64%, conforme o painel da Secretaria de Estado da Saúde atualizado nesta sexta-feira (7). Há 121 pacientes internados em tratamento contra a Covid-19.

Divulgação

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Ex-prefeito de Criciúma é preso após perseguição policial

Márcio Burigo, posteriormente identificado, desobedeceu a ordem legal dos policiais e se evadiu por cerca de dois quilômetros

Filezão: diversos celulares são furtados durante o evento; organizador é notificado por conta da aglomeração

O evento reuniu milhares de pessoas.

Rayssa Leal e Lucas Rabelo são os campeões da etapa de Criciúma do STU National

Maranhense e cearense largam na frente no circuito brasileiro 2022, iniciando o ano como terminaram 2021: com título

Três mulheres ficam feridas em acidente no centro de Cocal do Sul

O acidente aconteceu na rua Edson Gaidzinski