Saúde

Casos de Covid em crianças cresceram 1209% nos primeiros meses de 2022

De acordo com levantamento realizado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), em janeiro e fevereiro de 2022 foram confirmados 21.357 casos de Covid-19 em crianças

Divulgação

A Secretaria de Saúde de Santa Catarina (SES) alerta que o número de casos confirmados de Covid-19 em crianças menores de 12 anos não para de crescer. De acordo com levantamento realizado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), em janeiro e fevereiro de 2022 foram confirmados 21.357 casos de Covid-19 em crianças.

Já nos meses de novembro e dezembro de 2021 foram registrados 1.631 casos na mesma faixa etária. Isso representa um aumento de 1.209% nos casos confirmados da doença em menores de 12 anos. O maior número de casos em crianças desde o início da pandemia.

Internações

Em relação aos casos graves – que necessitam de hospitalização – o aumento registrado foi de 588% em um comparativo entre os meses de janeiro e fevereiro de 2022 (275 internações), com os meses de novembro e dezembro de 2021 (40 internações).

Em novembro e dezembro de 2021, 3 crianças foram internadas em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrico em Santa Catarina. No entanto, nos dois primeiros meses de 2022, esse número saltou para 46, o que representa um aumento de 1.433% no total de internações.

Vacinação

A vacinação de crianças de 5 a 11 anos, 11 meses e 29 dias teve início em 18 de janeiro e, até o momento, do total de 652 mil crianças catarinenses aptas a receber a vacina, pouco mais de 160.958 recebeu a primeira dose, o que representa uma cobertura vacinal de 25%.

O diretor da DIVE/SC, João Augusto Brancher Fuck, avalia que se considerarmos que são necessárias duas doses para completar o esquema vacinal, o número de crianças desprotegidas e sujeitas a serem infectadas pelo coronavírus ainda é muito grande no Estado. Santa Catarina já distribuiu 515.400 doses de vacina para o público infantil.

“Pedimos que os pais e responsáveis fiquem atentos aos locais e datas de vacinação indicados pelos municípios e levem as crianças para vacinar. A vacina é a principal medida de prevenção contra a Covid-19 também para as crianças, sendo segura e eficaz”, fala o diretor da DIVE.

Atualmente estão disponíveis no Brasil duas vacinas contra a Covid-19 para crianças e adolescentes: a vacina do laboratório PFIZER, disponível para uso na faixa etária de 5 a 11 anos (pediátrica) e 12 anos ou mais (adulto), no esquema de 2 doses com intervalo de 8 semanas entre elas; e a vacina do laboratório Sinovac/Butantan (Coronavac), para crianças e adolescentes com 6 anos ou mais de idade que não tenham imunossupressão, em regime de 2 doses, com intervalo de 28 dias entre elas.

Todas as vacinas seguiram os protocolos exigidos pelos órgãos reguladores, passando pelas três fases de estudos clínicos, os quais atestaram sua segurança e eficácia. As vacinas também foram autorizadas para uso no território brasileiro pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Os protocolos de vacinação estão no Plano Nacional de Operacionalização (PNO) da Campanha de Vacinação contra a Covid-19 do Ministério da Saúde (MS).

Óbitos

Nos meses de maio e junho de 2021 foram registrados 6 óbitos em crianças menores de 12 anos. Nos meses seguintes os números apresentaram redução, sendo que nenhum óbito foi registrado nos meses de novembro e dezembro de 2021. No entanto, somente nos dois primeiros meses de 2022, já foram registrados 5 óbitos de crianças menores de 12 anos por Covid-19 no Estado. Ao total, 45 óbitos foram registrados em Santa Catarina desde o início da pandemia.

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

UniSatc apresenta projetos aprovados para a turma de 2022 do Cocreation Lab

Evento fez parte do Noites de Inovação e contou com bate-papo sobre investimentos em startups

Coração viaja 200 km de helicóptero para ser transplantado em SC

Para o coordenador do projeto, o médico Joel de Andrade, o tempo é um fator essencial para este tipo de operação

Quadrilha suspeita de sequestrar caminhoneiros é presa em SC

A partir da investigação da DIC de Joinville, sete pessoas foram presas nesta sexta-feira; três caminhoneiros em cativeiro foram libertados

Covid: ministério recomenda dose de reforço para adolescentes

Imunizante deve ser aplicado quatro meses após segunda dose