Saúde

Causas, sintomas e recomendações: o que se sabe sobre hepatite misteriosa em crianças?

Santa Catarina registrou primeiro caso suspeito nesta segunda-feira

Divulgação

Santa Catarina registrou o primeiro caso suspeito de hepatite misteriosa em crianças nesta segunda-feira (9). O paciente é um menino de sete anos, morador de Itajaí. A situação já foi repassada ao Ministério da Saúde que analisa outros casos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 3 de maio, cerca de 230 casos da hepatite desconhecida já foram registrados em todo o mundo. Crianças e adolescentes com 16 anos ou menos são os principais afetados. A morte de ao menos quatro crianças é atribuída à doença: três delas ocorreram em abril, na Indonésia.

Apenas 10% dos casos confirmados evoluíram para a inflamação do fígado, provocando a necessidade do transplante do órgão, de acordo com a OMS. As crianças que precisaram passar pelo procedimento se recuperaram bem.

Confira perguntas e respostas sobre a doença

O que é hepatite misteriosa?

Segundo o Intituto Butantan, a hepatite misteriosa é a do tipo aguda, quando ocorre “inflamação do fígado de forma abruta”, com as enzimas hepáticas (do fígado) muito elevadas.

Os vírus conhecidos que causam a hepatite são A, B, C, D e E. E ainda há a hepatite autoimune, em que o próprio sistema imunológico do corpo ataca o fígado. No caso da hepatite misteriosa, nenhum dessas vírus foram detectados. Viagens internacionais ou conexões em outros países não foram identificados como fatores da doença. Sua real causa ainda está sob investigação pela OMS.

Quais são os sintomas e o tratamento?

Muitos casos de hepatite aguda apresentaram sintomas gastrointestinais, incluindo dor abdominal, diarreia e vômitos e aumento dos níveis de enzimas hepáticas, além de icterícia (pele ou olhos de cor amarelada) e ausência de febre, de acordo com o Butantan.

O tratamento atual busca aliviar os sintomas e estabilizar o paciente se o caso for grave. As recomendações de tratamento podem ser aprimoradas assim que a origem da infecção for determinada, ressalta o Intituto.

Surto tem relação com adenovírus?

Depois do aparecimento dos primeiros casos nos Estados Unidos, as autoridades de saúde do país chegaram a relacionar a doença misteriosa ao adenovírus 41, um tipo de vírus comum de resfriados, que provoca problemas respiratórios, conjuntivite ou problemas digestivos em crianças. A maioria das pessoas é infectada antes dos cinco anos de idade.

No entanto, essa hipótese foi descartada logo que as investigações demonstraram que nem todas as crianças doentes tinham sido infectadas pelo vírus. Segundo a OMS, de 169 casos incluídos em um relatório recente, pelo menos 74 tiveram infecção por adenovírus, sendo apenas 18 pelo adenovírus 41.

O surto pode estar relacionado às vacinas contra Covid-19 ou com a própria Covid-19?

A maioria das crianças relatadas com a hepatite aguda não recebeu a vacina contra Covid-19, descartando uma ligação entre os casos e a vacinação neste momento. Em alguns casos relatados, foi detectada a presença do vírus SARS-CoV-2, e esta é uma das linhas de investigação junto com outras, como o adenovírus.

O que os pais podem fazer para proteger as crianças?

O mais importante é ficar atento aos sintomas, como diarreia ou vômito, e aos sinais de icterícia – quando a pele e a parte branca dos olhos ficam amareladas. Nestes casos, deve-se procurar atendimento médico imediatamente.

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) recomenda ainda o uso de medidas básicas de higiene, como lavar as mãos e cobrir a boca ao tossir ou espirrar para prevenir infecções, que também podem proteger contra a transmissão do adenovírus.

Que medidas são recomendadas para prevenir a propagação da doença?

Neste momento, a recomendação aos países é manterem-se informados, monitorarem e notificarem os casos.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

O drama causado pela estiagem na região

Cocal do Sul e Lauro Müller têm duas das piores situações entre as cidades da Amrec. Moradores chegam a ficar três dias sem água na torneira.

Limpeza de reservatório causa problemas no abastecimento de água em Criciúma

Recomendação é para evitar gastos exagerados. Situação deve ser normalizada até o fim do dia.

Cachorro “aussaltante” é flagrado ao levar salame de padaria em Criciúma; veja vídeo

Tutor do animal se dispôs a pagar pelo prejuízo, mas padaria deixou salame de cortesia

Sequestro relâmpago acaba em grave acidente em SC

Duas pessoas foram feitas reféns no sequestro relâmpago; o criminoso tomou a direção do carro, mas bateu em seguida