Giro Estadual

Cavalo em situação de maus-tratos morre de sede e fome em SC

Animal estava abandonado em um pasto próximo da ETE Jaravatuba

Divulgação

Um cavalo de porte médio morreu na manhã desta sexta-feira (20) após ser abandonado pelo dono e ficar sem água e comida no bairro Paranaguamirim, zona Sul de Joinville. O caso foi divulgado pela Frente de Ação dos Direitos Animais (Frada).

De acordo com Liliane Lovato, presidente da Frada, a entidade recebeu a denúncia na noite de quinta-feira (19) de uma moradora da região, relatando que um cavalo estava vivendo em situação de maus-tratos.

Os residentes foram até o local, um pasto ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Jarivatuba, deram água e alimentaram o animal. A Frada chegou a entrar em contato com cuidadores de cavalo para prestarem os primeiros socorros, mas como o animal estava muito desnutrido, acabou não resistindo.

Liliane ainda relata que a moradora chegou a ligar para o Centro de Bem Estar Animal de Joinville (Cbea) pedindo resgate do bicho, mas não teve a solicitação atendida.

A presidente da Frada destaca que é comum que situações assim aconteçam.

– Pessoas sem condições [financeiras] compram cavalos e deixam eles morreram por falta de cuidados – explica.

Liliane diz que o tutor do animal ainda não foi encontrado. Ela também não soube informar há quantos dias o animal estava abandonado. A entidade irá registrar um boletim de ocorrência. O tutor pode responder por crime de maus-tratos, que pode render de três meses a cinco anos de prisão.

Nesta tarde, a Ambiental deve ir ao endereço e recolher o corpo do cavalo.

Cachorro é espancado e deixado pra morrer

No último domingo (15) outra situação de maus-tratos foi registrada pela Frada. Um cachorro pitbull mestiço foi amarrado em uma árvore e deixado para morrer em uma área de mangue no bairro Jardim Iririú.

De acordo com a presidente da Frada, o animal foi pego por alguém e levado até o mangue, entre as ruas Manoel Pio e Áureo Gomes do Vale, onde foi espancado e amarrado em uma árvore.

A ONG acredita que a intenção do agressor era de que o animal morresse afogado assim que a maré subisse.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Alerta de chuva forte traz risco de alagamentos e deslizamentos de terra para SC

Segundo a Defesa Civil, em ao menos sete regiões o risco é alto para desastres entre esta sexta-feira (17) e sábado (18)

Aberto envelopes para ampliação do Hospital Santa Teresenha, em Braço do Norte

Em breve um novo edital será lançado pelo hospital. A abertura foi realizada pela Comissão Permanente de Cotação de Obra do HST

Aulas 100% presenciais em Braço do Norte retornam segunda-feira

De acordo com o calendário da Secretaria Municipal de Educação, no dia 20 de setembro, próxima segunda-feira, é a vez dos anos finais, do 6º ao 9º ano das escolas, retornarem

Anvisa pede inclusão de eventos adversos na bula da vacina da Janssen

Farmacêutica tem 30 dias para atender a solicitação