Geral

CCR ViaCosteira: Tags de cobrança automática tornam sua viagem mais rápida e econômica

Serviço é oferecido por diversas operadoras parceiras na BR-101 Sul

Divulgação

Os tags são dispositivos eletrônicos que permitem a cobrança automática da tarifa do pedágio, sem a necessidade de parar na cabine ao passar pela praça. O objetivo do equipamento é facilitar a viagem, diminuindo o tempo de trânsito e de gastos com combustível ao mesmo tempo em que proporciona mais segurança e fluidez do tráfego.

O serviço consiste na instalação de um dispositivo eletrônico semelhante a uma etiqueta adesiva, chamado de tag. Ele é instalado horizontalmente no para-brisa do veículo, próximo ao retrovisor, em uma distância de, aproximadamente, 15 cm do teto.

Ao passar pela praça, a tag emite sinais que são enviados para a empresa responsável pela cobrança automática de pedágio. Na sequência o software responsável pelos sensores identifica o veículo e libera a cancela. Posteriormente, há o cálculo do ponto ultrapassado e o registro da cobrança que, dependendo do plano escolhido, ocorre em até 30 dias. Importante frisar que, durante a passagem, o veículo precisa respeitar o limite de 40km/h, caso contrário, o sensor não consegue identificar o dispositivo.

Atualmente, a CCR ViaCosteira trabalha com seis empresas que oferecem esses serviços, cada uma com diversas opções de planos entre pré e pós-pagos, com ou sem taxa de adesão e ainda com a inclusão de outras vantagens, como abastecimento em postos de combustíveis e estacionamentos. No site da Concessionária, na aba ‘Cobrança Automática’, estão listadas todas essas empresas, bem como seus respectivos sites para saber mais sobre cada uma. Acesse https://www.ccrviacosteira.com.br/servicos/cobranca-automatica e saiba mais.

Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) – 24 Horas

Os profissionais que trabalham à frente desses serviços são acionados pelo Centro de Controle Operacional (CCO), que recebe os chamados e, imediatamente, avisa as equipes mais próximas para que o atendimento ocorra no menor tempo possível.

Importante destacar que toda essa operação acontece em sistema integral, 24 horas por dia, todos os dias da semana, numa estrutura composta por Bases de Atendimento, viaturas de apoio, socorro médico, mecânico, além de inspeção do tráfego. Tudo isso fica inteiramente à disposição do usuário, sem nenhum custo, sempre que ele necessitar de algum apoio durante o percurso.

No total são 4 Bases de Atendimento ao Usuário, 2 Bases Operacionais e 19 equipamentos, sendo: 6 ambulâncias, das quais 2 são UTI’s móveis, 5 guinchos entre leves e pesados, 6 viaturas de inspeção de tráfego, 2 caminhões para apreensão de animais, 2 caminhões de combate a incêndio e duas mini pás carregadeiras para atendimento a incidentes.

As viaturas de inspeção percorrem os 220 km, divididos em trechos, também 24 horas por dia. Se durante o percurso, a equipe visualizar qualquer fato incomum na rodovia ou algum usuário necessitando de apoio, eles realizam o primeiro atendimento e ficam à disposição do cliente.

Para entrar em contato, o usuário tem disponíveis o site www.ccrviacosteira.com.br, o aplicativo CCR Rodovias Sul, disponível na Apple Store e Play Store, e o número do Disque CCR ViaCosteira que também atende ligação de celular à cobrar: 0800 255 55 50.

Notícias Relacionadas

Pesquisa aponta aumento de casos de covid em 1.217 cidades esta semana

O número corresponde a 33,9% das 3.591 prefeituras ouvidas

Governo de SC vai prorrogar estado de calamidade pública até 30 de setembro

Com a medida, o Estado fica desobrigado de cumprir algumas metas fiscais, o que facilita o combate ao vírus

Santa Catarina avança na certificação de propriedades livres de brucelose e tuberculose

A intenção da Secretaria da Agricultura é ampliar o número de certificações, para que esse seja mais um diferencial competitivo do agronegócio catarinense

Governo do Estado abre licitação para elaboração de estudo para criação de rodovia alternativa à BR-101 Norte

A empresa que for selecionada na licitação terá seis meses para executar um estudo identificando onde poderá passar essa nova rodovia