Geral

“CDL é mais do que consulta ao SPC”, lembra dirigente

Muriel Silvério, presidente da entidade em Orleans, convida lojistas para se associarem e lembra que serviço é um benefício que evita prejuízos. Descontos em diversas áreas também são ofertados pela entidade.

Fotos: Adriano Ghellere/Sul In Foco

A Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL é uma entidade de classe criada para defender e prover serviços aos seus representantes. Existe a mais de 63 anos e entre os principais serviços oferecidos aos lojistas é o Serviço de Proteção ao Crédito, o SPC. Porém, ao longo dos anos, a entidade passou a ser conhecida principalmente somente por este serviço: consultar nomes de clientes inadimplentes.

Em Orleans, o novo presidente da entidade, Muriel Silvério, busca mudar esta realidade. Com o lema “Juntos Somos Mais Fortes”, o dirigente lembra que a classe precisa estar mais unida para prosperar. “A entidade oferece ajuda mútua e dá suporte. É um grupo unido com o mesmo objetivo. Se todos os comerciantes entenderem que precisamos trabalhar em conjunto, o comércio crescerá sem dúvida. Ou seja, precisam ser associados. Essa é associativismo”, lembra.

Fotos: Adriano Ghellere/Sul In Foco

Benefício, e não custo

 

Assim entende Muriel sobre o SPC/Serasa. “Este é um benefício ofertado ao associado. Algumas pessoas analisam somente o custo. Quando liberam um credito de R$ 2 mil sem consulta a um cliente, por exemplo, corre o risco de mais adiante se prejudicar no caso de inadimplência. É neste serviço onde o lojista saberá se o cliente está negativado, tendo base para liberar ou não”, afirma.

E segue a lista de benefícios aos associados. Além da consulta ao SPC/Serasa, o associado tem direito a descontos em cursos, treinamentos, workshops, cursos de até 15% em cursos de pós-graduação junto ao Unibave, clínicas, hospitais, além de gratuidade em campanhas promocionais realizadas pela entidade. “Estamos com uma parceria muito boa com a empresa de máquinas de cartões Stone. Diversos lojistas já aderiram e estão usufruindo de taxas bem diferenciadas na hora da venda”, comenta Silvério.

E quanto custa?

Atualmente, os comerciante associado junto ao CDL de Orleans investe entre R$40 e R$75 ao mês. “São duas modalidades que pode ser analisada pelo comerciante. Nosso objetivo é que todos cresçam e se fortaleçam cada vez mais. Porém, para que isso aconteça, precisamos estar unidos. Neste ano, estamos com um projeto bastante grande em parceria com a prefeitura municipal, que acredita no comércio. Temos que motivar todos a participarem”, finaliza Silvério.

Mais informações, podem ser obtidas pelo telefone da CDL no (48) 3466 0194.

Notícias Relacionadas

ExpoMais é oficialmente lançada nesta segunda-feira

O evento terá palestras principais com nomes de renome nacional, além de outros espaços que estarão à disposição do público e que serão reveladas no evento de lançamento desta segunda-feira.

Ex-secretário de Administração de Orleans e empresa tem bens bloqueados

Segundo o Ministério Público, Eduardo Bertoncini era responsável pela pasta na gestão do ex-prefeito Marco Antônio Bertoncini Cascaes

Apoio ao candidato Vitorassi para eleição da Coorsel se intensifica durante reuniões com associados

Na noite de hoje (16), às 19h30min, os associados da comunidade de São Gabriel são convidados a participarem do encontro com os candidatos, em Treze de Maio.

Colisão frontal deixa dois em estado grave na SC-108, entre Orleans e Urussanga

Um dos motoristas ficou preso às ferragens e teve o carro cortado para ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.