Saúde

Centenas de pessoas foram vacinadas da H1N1 com ação da secretaria de saúde de São Joaquim

Durante a campanha oficial, 85,91% do grupo chamado prioritário foi imunizado.

Divulgação

Mesmo depois da campanha de vacinação que aconteceu em São Joaquim, no mês de Maio, muitas pessoas não conseguiram se imunizar por perderam os prazos exigidos pelos órgãos de Saúde.

Durante a campanha oficial, 85,91% do grupo chamado prioritário foi imunizado. Após a confirmação de casos da H1N1, até com óbito, a secretaria de saúde do município pediu doses extras da vacina, que foram disponibilizadas para população que fez uma grande fila para ser vacinada.

Segundo a secretária de Saúde, Teresinha Godoy, essa ação foi de prevenção, a expectativa foi grande, foram mil doses da vacina oferecidas para a população. “Caso essas mil doses acabem, vamos pedir mais ao estado, se não conseguirmos, nós vamos comprar” afirma a secretária.

Para quem não fez a vacina durante a campanha oficial, essa ação traz alivio por poder estar imunizado, como conta Jin Costa Borges, que fez a vacina. “ Foi muito importante, essa campanha foi muitas boas e motivou muita gente para se vacinar” conta.

A ação de vacinas em São Joaquim vai durar até sexta-feira. A meta é imunizar grande parte da população da cidade.

Confira os locais e os horários:

Para crianças de 6 meses a 6 anos de idade e gestantes:

Local: Unidade Central – Posto de Saúde

Horário: 13h às 16:30

Para adultos:

Local: Ala do antigo Hospital (anexo ao Bento Cavalheiro)

Horário: 13h às 16:30

Horário extra para todos aqueles que trabalham:

Local: Ala do antigo Hospital (anexo ao Bento Cavalheiro)

Horário: 17h às 21h

Colaboração: Comunicação São Joaquim 

Notícias Relacionadas

Projeto Educanvisa promove saúde em escolas da rede municipal de Lauro Müller

Colisão frontal entre veículos deixa duas pessoas feridas em Gravatal

O acidente ocorreu por volta das 18h deste domingo (22)

Três pessoas são presas em Tubarão ao pedir doações para entidade que não existe

Os suspeitos foram presos por estelionato na tarde desta segunda-feira (23)

Pesquisa indica que 87% das pessoas acham conta de luz cara no país

O objetivo da pesquisa foi saber a opinião dos cidadãos sobre a possibilidade de escolher seu fornecedor e até mesmo de produzir sua própria energia.