Saúde

Centro de Equoterapia é inaugurado em Cocal do Sul

A Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Cala/Apae) de Cocal do Sul disponibiliza a partir da próxima semana, o serviço de equoterapia para alunos apaeanos e a população em geral. A inauguração do centro, que leva o nome de Galope da Alegria, aconteceu nesta sexta-feira (18), na própria sede da entidade.

A estrutura foi viabilizada através de recursos próprios da entidade e emenda parlamentar do deputado estadual Valmir Comin, pelo Governo do Estado. A solicitação aconteceu há dois anos.

“Em menos de uma semana contatamos o deputado, ele solicitou o projeto e entregamos. O pedido já estava encaminhado junto ao Governo do Estado. O arquiteto Elízio Zaccaron também foi um grande parceiro e realizou o projeto em pouco tempo e gratuitamente”, relata a procuradora do Cala/Apae Maria Luiza Goudinho.

Durante a cerimônia, vereadores, prefeito e vice, lideranças da sociedade e empresários parceiros acompanharam a apresentação do Coral da Apae, sob a maestria de Jaime de Brida. “Esse é o coral mais lindo do mundo”, enaltecia entre uma canção e outra aos presentes.

O presidente da instituição Aldoir Périco agradeceu imensamente aos apoiadores e amigos da instituição. “É mais uma grande conquista do Cala”, citou.

"Viabilizar um projeto como este é sensacional. além da melhora do condicionamento físico, tem a autoestima que será mudada com certeza”, disse o deputado Comin ao ser homenageado durante o evento.

O centro atenderá 120 alunos especiais da entidade e mais 50 da região. Além deles, a população em geral também pode usufruir do tratamento. As sessões custarão em torno de R$90 e R$100.

A equoterapia é um método terapêutico educacional que utiliza o cavalo nas áreas da saúde, educação e equitação.

A equipe

O centro de equoterapia contará com 10 profissionais que são o profissional de equitação, psicólogas, fonoaudiólogas, terapeutas ocupacionais, fisioterapeuta, pedagoga e médicos neuropediatra e psiquiatra da infância.

Os cavalos

A égua Princesa foi doada por João Fernandes Neto e esposa. Possui 19 anos de idade e pelagem preta. Já o cavalo Trovão foi doado por Luiz Carlos Bernardo e esposa. Possui 12 anos de idade e pelagem tordilha. “Precisamos de padrinhos para manter a alimentação dos cavalos. Gostaríamos de convidar os empresários interessados”, lembra a procuradora Luiza.

 

  • 9ed0d0a862527f23e850cc5f8a503e2c
  • b291bcfa3561693d65af8d5453890937
  • 4acf9b2b4fde1b63d1573ba56553d24d
  • 1b71213eb23044a1c76ed78ce3d3ec62
  • 9d74e867c384292990c7fb1a52b286f1
  • ff20d3739e1f2368d84f2d0c01c19d83
  • 1444712b4477d58898d4095ae5d690ea
  • b7ed30516a47126c2c4d7d3eb70c62b4
  • cc7e35e23439728e0b3dac8384719d87
  • 51e928125d3d31814fe0a4050dbf482d
  • 2cacd27d02c5d1e7e6ed84edf77975ea
  • ee30f585a2b0fbad1b3cc098bb8f7cac
  • 76fa5ce8222dc831e0c8d4b274235cae
  • e5f9be61af82aceda68b4dd434d114c5
  • 67d964cfd608a19100d4be04c993cf32
  • 59e519ce7535b2fe6d7808ce319ce1e0
  • 5866604854201046ea19ff068f6c93b1
  • eb5edc02f4c8ef23def74772b47ec6c6
  • 5b26ed98cf0d54beefb2558d07de6778
  • 891cc6905104dc626395470ea9e1a540
  • 33807197ee9346f0c355cc31a17f2699
  • 6f48c5010591d1f5473aa7a91af12703