Clima

Chuvas causam estragos em 30 municípios e SC segue em alerta para temporais

Previsão é de que a chuva continue ao longo do dia, principalmente na Grande Florianópolis e no Sul do Estado

Foto: Divulgação

As chuvas que atingem Santa Catarina desde sábado (27) já causaram estragos em 30 municípios e uma morte. Os dados fazem parte do boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil nesta segunda-feira (29). A previsão é de que a chuva continue ao longo do dia, com risco de temporais, alagamentos e deslizamentos.

Conforme o órgão estadual, o maior volume de água caiu na tarde de domingo (28). Massaranduba e Jaraguá do Sul, no Norte do Estado, foram os municípios mais atingidos. No primeiro, duas casas foram alagadas, assim como quedas de árvores e barreiras.

Já em Jaraguá do Sul, 40 pessoas estão desalojadas. Casas foram afetadas com pontos de alagamento e deslizamento.

Outra cidade que sofreu com a enxurrada nesse domingo foi São Pedro de Alcântara, na Grande Florianópolis. Os bairros mais afetados são Santa Tereza e Viracopos. Além disso, cinco famílias ficaram isoladas e foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros Militar.

Além disso, uma morte foi confirmada na cidade. A vítima é um adolescente, de 17 anos, que tentou atravessar um rio de bicicleta, mas foi arrastado pela água. O corpo foi localizado na madrugada desta segunda-feira (29). A perícia apura se o caso está relacionado com a chuva.

Em Chapadão do Lageado, no Alto Vale do Itajaí, uma forte enxurrada foi registrada neste domingo, apenas com danos materiais. Em Porto Belo, no Litoral Norte, houve o desabamento de um muro atrás de uma casa na rua Vila Mateus, no Centro.

Por fim, em Itapoá, as equipes seguem atuando no restabelecimento dos danos causados pela chuva em 20 de janeiro. Ao menos 73 pessoas seguem desabrigadas. Os demais municípios seguem contabilizando os estragos.

Alerta para temporais continua

O alerta para chuva continua nesta segunda-feira (29). Conforme a Defesa Civil, o risco é alto para ocorrências como alagamentos, enxurradas e deslizamentos pontuais no Sul do Estado e em parte da Grande Florianópolis. Já entre o Meio-Oeste, Planaltos, Vale do Itajaí e Litoral Norte, o risco é moderado.

O motivo para a formação do fenômeno é o calor durante a tarde combinado com a umidade e o vórtice ciclônico que está sobre o mar, mas ainda influencia no tempo do Estado. Isto pode causar temporais passageiros, mas que ocorrem acompanhados de chuva pontualmente intensa e em curto período de tempo.

De acordo com a Defesa Civil, a condição de abafamento e temporais ao final da tarde e a noite é típica do verão e ocorre rapidamente. Por isso, o órgão alerta para que, em caso de chuvas intensas, os moradores nunca transitem em áreas alagadas, pois apresentam um risco elevado.

Em caso de ocorrências, o cidadão deve acionar a Defesa Civil Municipal pelo 199 ou o Corpo de Bombeiros Militar pelo 193.

Veja orientações da Defesa Civil em caso de chuvas

Em caso de tempestades com ventos fortes e raios, as recomendações são:

busque um local abrigado, longe de árvores, placas, postes de energia e de outros objetos que possam ser arremessados
em local abrigado, fique longe de janelas e desligue aparelhos eletrônicos
em casa, o banheiro em alvenaria é um local muito seguro
na praia, jamais fique na água

Em caso de alagamentos:

evitar entrar em contato com a água
evitar dirigir em locais alagados
evitar transitar por pontes submersas
atenção com crianças próximas a rios e ribeirões

Quando há risco de deslizamentos de terra, fique atento a:

inclinação de postes e árvores
movimento de terra ou rochas próximos a sua casa
rachaduras em muros ou paredes

Notícias Relacionadas

Rodovias, ferrovias e portos: como a logística, apesar dos desafios, impulsiona a economia de SC

Entidades defendem a aprimoramento e otimização das estruturas de transportes no estado. Setor produtivo estima necessidade de R$ 20,3 bilhões até 2027.

Gaúcha é internada em estado grave após cair de bicicleta e bater cabeça em curva de estrada em SC

Acidente aconteceu quando a mulher caiu em uma curva e bateu a cabeça. Vítima foi levada para o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages.

Cozinheiro esfaqueado em ponto de ônibus de SC perdeu movimentos da perna, diz polícia

Suspeito pelo crime foi preso na terça-feira, mais de um mês após o crime

SC tem crescimento na exportação de carne suína em 2024 e segue na liderança do setor no país

Exportações cresceram 2,7% em maio no Brasil, e China continua sendo principal importador do produto