Geral

“Ciclone deve provocar vento, mas não tão forte”, garante Epagri

Áudio que aponta ventos fortes na região durante o fim de semana é desmentido pela Epagri, que afirma que condições devem permanecer dentro da normalidade.

Foto: Divulgação

A informação que um ciclone extratropical deve provocar, no fim de semana, ventos acima de 100 quilômetros por hora no litoral sul de Santa Catarina e no Rio Grande do Sul tem assustado moradores da região. O dado tem sido compartilhado em redes sociais, em forma de áudio e fotos. Entretanto, segundo a Epagri, essa previsão não procede.

De acordo com o meteorologista da Epagri, Marcelo Martins, o que deve ocorrer é uma condição comum na região. “Teremos a formação de ciclone extratropical junto à costa de Santa Catarina, mas dentro da normalidade. Vai ter rajadas de vento, sim, mas não dessa forma. É comum que ocorra, por exemplo, rajadas de 60 a 70 quilômetros por hora na costa. Mas não há motivo para pânico”, comenta.

A formação deve iniciar no Rio Grande do Sul, mas com ventos bem mais fracos do que o apontado no áudio. Devido ao ciclone, o mar também ficará mais agitado no fim de semana.

Com informações do Portal DNSul

Notícias Relacionadas

Com aperfeiçoamento constante, Associação de Apicultores de Orleans é destaque em Santa Catarina

ALERTA: Período de seca pode comprometer consumo de água em Lauro Müller

A represa localizada em Rio Bonito, a qual abastece os setores de abrangência da companhia em Lauro Müller, está quase seca.

Seminário discute desenvolvimento da cadeia leiteira no Sul de Santa Catarina

Rajadas de vento de até 70 km/h atingem litoral; previsão é de queda na temperatura

O mar também fica agitado com altura de onda de 2 a 2,5 metros próximo à costa.