Litoral

Ciclone extratropical deve passar sobre o Litoral e trazer chuvas

Ventos podem chegar a até 80 km/h

Foto: Sul in Foco / Arquivo

Foto: Sul in Foco / Arquivo

Um ciclone extratropical está se aproximando do Litoral Sul do Brasil, trazendo chuva, ventos e ressaca do mar nos próximos dias. De acordo com o climatologista da Epagri de Urussanga, Márcio Sônego, a Epagri/Ciram emitiu uma nota de tempo severo para os dias de segunda-feira até quinta-feira.

Conforme o site Engeplus, o ciclone passará em alto-mar, a 900 quilômetros da costa. "Os efeitos seriam chuvas de até 100 milímetros entre segunda a noite e quarta de madrugada, ventos médios de até 80 km/h entre terça a noite e quinta de madrugada, ressaca nas praias do litoral Sul entre terça e quinta-feira", destaca Sônego.

O climatologista orienta, ainda, que as prefeituras busquem realizar a limpeza de bocas de lobo e sistemas de escoamento de água.

Confira o aviso da Epagri Ciram na íntegra

No decorrer da semana, entre segunda e quinta-feira, a condição de tempo deve ser instável no Litoral Catarinense. O Litoral Sul do Estado deve ter chuva mais frequente durante este período. O vento deve ser moderado a forte por alguns momentos nas cidades litorâneas e o mar deve ficar agitado, especialmente a partir de quarta-feira.

O volume de chuva esperado na segunda-feira é maior no Litoral Sul do Estado, entre 20 e 30 mm. Na terça-feira ocorre chuva mais intensa, mais uma vez no Litoral Sul, com volumes em média entre 50 e 60 mm e pontuais podendo chegar a 80 mm. O vento aumenta de intensidade no decorrer da terça-feira, com rajadas entre 40 e 50 km/h.

Na quarta-feira, o tempo segue instável no Litoral Sul do Estado, com volume previsto de 20 a 30 mm em média na região. Os ventos continuam fortes, com média de 40 km/h e rajadas de 60 a 70 km/h. Na quinta-feira, a chuva diminui de volume, entre 10 e 20 mm em média. O vento persiste mais forte no Litoral Sul, com rajadas de 60 km/h.

Mar: A partir da terça-feira, a condição de mar sofre alteração, devido aos ventos que ficam mais intensos e persistentes no Litoral de SC. Essa condição deixa o mar muito agitado, com ondas em torno de 2.5 a 3.0 m próximo à costa na terça, na quarta-feira e quinta-feira, com risco de ressaca, desfavorável a navegação e atividades de pesca.