Geral

Cidadania é destaque na segunda Mostra de Projetos do Programa A União Faz a Vida de 2021

Iniciativa do Sicredi na Escola Pe. Paulo Petruzzellis, em Criciúma, apresenta trabalhos produzidos pelos alunos no segundo semestre

Divulgação

Como é feito o mel? Quais são os três poderes municipais? Quem foram os colonizadores de Criciúma? Partindo dessas perguntas, os alunos da Escola Pe. Paulo Petruzzellis, do Bairro da Juventude, em Criciúma, perceberam na prática o papel social da educação. Nos últimos meses, eles saíram da sala de aula para encontrar respostas para essas questões. O resultado está sendo apresentado na segunda Mostra de Projetos do Programa A União Faz a Vida, que ocorre na própria escola. O evento segue nesta quinta-feira, 25, a partir das 14h30, e é aberto à comunidade. O Programa é a principal iniciativa de responsabilidade social do Sicredi.

Nesta quarta-feira, 24, durante a abertura da Mostra, o presidente da Sicredi Sul SC, Aloísio Westrup, destacou a trajetória do A União Faz a Vida. “É um Programa que traz uma metodologia diferente, ela transforma o jeito de aprender e ensinar e torna os alunos mais participativos. Há 26 anos, o PUFV acontece em várias cidades do país e é um orgulho pra nossa cooperativa vê-lo dando certo também em Criciúma”, contou Westrup.

Na ocasião, o presidente anunciou a expansão do Programa em 2022. “O Balneário Rincão também deverá receber o A União Faz a Vida em uma das suas escolas municipais”, revelou o dirigente do Sicredi.

Já o presidente do Bairro da Juventude, José Altair Back, aproveitou a abertura da Mostra para agradecer. “O A União Faz a Vida transforma a vida dos nossos educandos, agradecemos ao Sicredi por essa parceria aqui na Instituição”, enalteceu Back. Também participou do evento inicial, a prefeitura de Criciúma, que é parceira do Sicredi na iniciativa, além de professores e educandos da Escola Pe. Paulo Petruzzellis.

A assessora pedagógica do PUFV, Luciane Ricardo, explica que os trabalhos conduzidos pelos alunos neste segundo semestre reforçaram a função social da educação. “Os professores conduziram as abordagens para o exercício da cidadania, para o papel da escola e em como é a vida na prática, contemplando os poderes municipais, o funcionamento do trânsito e a nossa colonização”, trouxe a educadora.

Sobre o programa

O União Faz a Vida surgiu com o intuito de difundir o conhecimento das comunidades sobre o cooperativismo. Sua proposta foi construída a partir de exemplos internacionais e da parceria com o Centro de Desenvolvimento e Pesquisa sobre Cooperativismo da Universidade do Vale do Rio do Sinos (Unisinos – São Leopoldo/RS).

As expedições investigativas, alinhadas ao currículo escolar, são o ponto de partida da metodologia de projetos, essência do programa. Mais informações podem ser conferidas no site auniaofazavida.com.br.

Notícias Relacionadas

Jovem morre afogado após salvar criança e adolescente no rio em SC: “Herói”

Corpo de Eduardo Cordeiro foi encontrado na manhã deste domingo (5)

Criança de seis anos é resgatada após queda de dois metros, em Paulo Lopes

Aeronave transportou a vítima até o Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis

Defesa Civil de SC emite alerta para temporais neste domingo com vento forte e granizo

Dia de altas temperaturas pode ter registro de chuva intensa em um curto intervalo de tempo por todo o Estado, de acordo com a Epagri/Ciram

Beach clubs de Jurerê têm que demolir estruturas feitas após 2005, determina STF

Para o advogado, o STF não determina a demolição das estruturas, e afirma que elas podem ser "readequadas" a partir de requerimento