Saúde

Cidades de SC atrasam 2ª dose da vacina por falta da Coronavac

Por causa do estoque zerado, municípios tiveram que paralisar a aplicação do reforço vacinal nesta semana

Divulgação

Por causa do atraso no envio de vacinas contra a Covid-19, algumas cidades catarinenses zeraram o estoque de Coronavac que seria utilizado para a aplicação das segundas doses. Nesses municípios, o reforço do imunizante, produzido pelo Butantan, foi interrompido nesta semana.

A previsão do instituto é de que novas doses sejam encaminhadas ao Ministério da Saúde na próxima segunda-feira (3). Marcelo Queiroga, chefe da Pasta, porém, começou a semana demonstrando preocupação com o atraso das novas remessas.

Gaspar

Em Gaspar, no Vale do Itajaí, a aplicação da segunda dose, em idosos de 67 e 68 anos, já precisou ser suspensa. O reforço estava agendado para acontecer entre esta segunda (26) e terça-feira (27). Isso porque, segundo a prefeitura, havia a previsão de que novas remessas da Coronavac fossem enviadas na última sexta (23) – tendência que, segundo a prefeitura, não se confirmou.

Apesar disso, o município reforça que ainda não houve comprometimento na imunização, já que existe uma orientação do Estado para fazer o reforço no 28º dia após a primeira aplicação. “Em Gaspar, estamos agendando a aplicação da segunda dose da Coronavac para 21 dias após a primeira, esclarece a secretária Municipal de Saúde, Silvania Janoello dos Santos.

Jaraguá do Sul

Já a prefeitura de Jaraguá do Sul informou que alguns moradores ficarão com a D2 da Coronavac atrasada, já que o estoque municipal está zerado.

“O Município de Jaraguá do Sul recebeu, na semana passada, apenas 430 doses da Coronavac, o que já era considerado abaixo da expectativa para a continuidade da aplicação da segunda dose”, informou a assessoria da prefeitura, em nota. Os imunizantes acabaram na tarde desta segunda-feira (26).

Segundo o município, embora “tenham sido enviados os mesmos quantitativos de frascos, o número de doses inseridos neles é menor que o previsto e esta perda técnica é de 10%”.

Rio do Sul

Embora ainda não tenha pessoas com o reforço atrasado, o município de Rio do Sul informou que já há idosos no período de aplicação da segunda dose – que vai do dia 26 de abril até 5 de maio. A prefeitura, no entanto, aguarda a nova remessa, prevista para a próxima semana.

São José

Também tem cidade na Grande Florianópolis sem disponibilidade da vacina produzida pelo Butantan. Em São José, apenas a aplicação da vacina Oxford/Astrazeneca está sendo realizada nesta semana.

“Estamos aguardando uma nova remessa do Ministério da Saúde e Governo de Estado para retomar a aplicação da segunda dose da Coronavac”, contextualizou, em nota, a prefeitura. Nesta semana, idosos de 67 e 69 anos deveriam começar a ser vacinados no município.

Tijucas

A Prefeitura de Tijucas também informou que a vacinação contra a Covid-19, tanto para primeira quanto para segunda dose, está paralisada no município.

“Tijucas aguarda a chegada de novas remessas de vacina para dar continuidade à imunização de primeira e segunda doses.

Assim que recebermos mais doses por parte do Estado faremos a divulgação de novo calendário”, informou, em nota, o poder municipal.

Confusão nas datas
A orientação inicial era de que Estados e municípios estocassem as segundas doses da Coronavac, para garantir a aplicação do reforço nas semanas seguintes.

Com a promessa de maior frequência no encaminhamento de vacinas, porém, a indicação do Ministério da Saúde mudou em 21 de março. A pasta passou a pedir que as secretarias abrissem mão do armazenamento, a fim de acelerar a campanha de imunização contra a Covid-19.

O Instituto Butantan informou, nesta terça-feira (27), que deverá retomar as entregas na próxima segunda-feira (3). A previsão inicial era que o Instituto concluísse o primeiro contrato com o Ministério da Saúde para o fornecimento de 46 milhões de doses até o fim de abril. Ao todo, restam ser entregues 3,2 milhões de doses.

Com informações do NDMais

Notícias Relacionadas

Em Tubarão, governador apresenta investimentos para aeroportos do Sul

Na ocasião, ele também se comprometeu a firmar um convênio com o município de Tubarão, para viabilizar a fiação subterrânea na rua Lauro Müller

Deslizamentos provocam interdições em rodovias de SC

SC-283 e SC-390 estavam totalmente interditadas às 14h desta sexta-feira (15)

Atletas de Criciúma participam de competições pelo Estado

As equipes participam de Campeonato Estadual e Joguinhos Abertos

Acidente com três carros e carreta deixa uma pessoa morta na BR-116, em SC

Colisão aconteceu no quilômetro 8,4 da rodovia, por volta das 9h