Geral

Cidades de SC entram em situação de emergência por conta de desastres naturais; saiba quais

A Defesa Civil Nacional reconheceu a situação de emergência de mias 12 municípios, em outros Estados do Brasil

Foto: CBMSC/Divulgação

Três municípios de Santa Catarina entraram em situação de emergência por conta de desastres naturais, nesta segunda-feira (4), após o reconhecimento da Defesa Civil Nacional. A portaria que concede o status foi publicada no DOU (Diário Oficial da União), com 15 cidades ao todo.

A Defesa Civil Nacional reconheceu a situação de emergência nas cidades de: Braço do Norte, por registro de enxurradas; Braço do Trombudo, por deslizamentos; e Iomerê, que foi vítima de chuvas intensas. As situações de emergência aconteceram entre os meses de maio e junho de 2022.

Agora os municípios estão aptos a solicitar recursos do MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional) para atender a população afetada pelos desastres naturais.

Além das cidades catarinenses, a Defesa Civil Nacional também concedeu o reconhecimento de situação de emergência para 12 cidades dos Estados de Alagoas, Amazonas, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte. A lista completa pode ser acessada neste link.

As ações da Defesa Civil Nacional envolvem o restabelecimento de serviços essenciais e a reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados.

A solicitação de reconhecimento de situação de emergência deve ser feita por meio do S2iD (Sistema Integrado de Informações sobre Desastres), pelo município que necessita.

Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados, e após a aprovação, é publicada portaria no DOU com a especificação do montante que será liberado.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Município e HNSC celebram convênio de R$ 1,8 milhão para custeio de atendimentos na emergência

Os recursos serão destinados ao setor de emergência da instituição.

Em Santa Catarina, técnicos da Defesa Civil Nacional apoiarão ações de resposta aos desastres

Grupo foi designado pelo ministro Rogério Marinho para auxiliar equipes locais no levantamento dos danos e na elaboração de planos de trabalho para solicitação de ajuda federal

Prejuízos preliminares ultrapassam R$ 2 milhões com enxurrada em Nova Veneza

Também três empresas, além de 28 unidades de comércio e serviços foram atingidas com o desastre.

Obras de prevenção de desastres em Santa Catarina contarão com R$ 20,8 milhões do Governo Federal

Parte dos investimentos da Defesa Civil Nacional será aplicada em intervenções para prevenir deslizamentos de terra em 25 pontos da SC-390.