Clima

Cidades de SC registram rajadas de vento acima de 80 km/h

Segundo Defesa Civil, Estado segue em alerta para a ocorrência de fenômenos nesta quarta-feira

Divulgação

Santa Catarina registrou ventos de mais de 80 km/h nesta quarta-feira (30), segundo dados da Defesa Civil. O Estado segue em alerta para ocorrência de fenômenos, principalmente por conta da previsão de temporal para todas as regiões.

De acordo com a Defesa Civil, no Estado, a média da velocidade dos ventos chegou a 56,5 km/h. Balneário Arroio do Silva, no Sul, foi o município em que o fenômeno atingiu a maior velocidade: 84,6 km/h.

Já em Siderópolis, também no Sul, foi registrada velocidade de 80,3 km/h. Os dados são da madrugada e da manhã desta quinta-feira.

A força dos ventos também causou estragos em outros municípios. Em Anita Garibaldi, na Serra Catarinense, a queda de uma árvore, devido a força do vento, deixou parte da SC-452 interditada.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar e da Celesc estiveram no local, onde fizeram o corte da árvore e liberaram a via.

Confira as cidades com as maiores rajadas de vento:

Balneário Arroio do Silva: 84.6 km/h
Siderópolis: 80.3 km/h
Campos Novos: 72.0 km/h
Chapecó: 67.0 km/h
Tangará: 67.0 km/h
Imbituba: 65.8 km/h
Joaçaba: 64.1 km/h
Urupema: 63.3 km/h
Jaguaruna: 59.4 km/h
Tubarão: 55.6 km/h
Campo Belo do Sul: 53.5 km/h
São Miguel do Oeste: 52.9 km/h
Araranguá: 50.4 km/h
Dionísio Cerqueira: 49.3 km/h
Criciúma: 48.7 km/h
Caibi: 48.5 km/h
Concórdia: 48.2 km/h
São Joaquim: 35.5 km/h
Urussanga: 32.0 km/h
Rancho Queimado: 31.3 km/h

SC tem alerta para alagamentos e chuva intensa

De acordo com a Defesa Civil, a passagem de uma frente fria por Santa Catarina nesta quarta-feira (30) provocará temporais em todas as regiões. Por conta disso, há o risco alto para ocorrências associadas ao fenômeno.

Entre os riscos, está o de alagamentos, deslizamentos e enxurradas, provocados pela chuva intensa, e de fortes rajadas de vento, descargas elétricas e queda de granizo.

Além disso, a chuva que atinge Santa Catarina deixou cerca de 50 mil pontos sem energia elétrica na tarde desta quarta-feira. Só em Joinville, no Norte do Estado, 13.635 imóveis estavam sem luz por volta das 16h.

O município também registrou estragos devido as chuvas. Segundo a Defesa Civil municipal, ao menos seis ocorrências de destelhamento e quedas de árvores foram registradas.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Chuva intensa em SC: Defesa Civil alerta para risco de alagamentos nos próximos 5 dias

A previsão de chuva forte e persistente nos próximos dias afeta principalmente as áreas litorâneas de Santa Catarina

Corredor Ecológico da Serra Geral pode afetar prática agrícola na região

Alerta foi feito pelo advogado e geógrafo Eduardo Bastos Moreira Lima.

Integrantes de organização criminosa são presos por mutilar brutalmente os dedos de uma mulher em Tubarão

A agressão, que foi filmada pelos criminosos, foi motivada por dívida de drogas.

Corpo de Bombeiros de Lauro Müller combate incêndio em caminhão

Havia outros caminhões próximos e, felizmente, colaboradores da empresa conseguiram controlar as chamas até a chegada dos profissionais