Segurança

Cinco cães morrem após envenenamento em Jaguaruna

Os animais foram achados já sem vida pela equipe da secretaria de Obras da cidade. O mesmo grupo era quem cuidava dos cachorros.

PM prende dupla por efetuar disparos na orla do Rincão

Foto: Divulgação

Sete cães foram envenenados na madrugada de ontem. O crime foi registrado em Jaguaruna. Cinco deles acabaram morrendo e dois foram salvos por um veterinário. Os animais foram achados já sem vida pela equipe da secretaria de Obras da cidade. O mesmo grupo era quem cuidava dos cachorros.

De acordo com Cátia de Souza, que trabalha na secretaria, os servidores encontraram os cães pela manhã, quando chegaram para trabalhar. “Infelizmente, os funcionários estão sem chão. Chegamos à garagem e nos deparamos com cinco cachorros mortos. Um ainda estava com vida, sofrendo”, conta Cátia.

A servidora conta que os cachorros eram de rua, contudo estavam sendo mantidos pelos funcionários da Pasta. “Nós nos reuníamos e comprávamos ração para eles, que não incomodavam ninguém. Até nossas marmitas nós dividíamos. Eu quero dizer a essa pessoa que fez isso que a gente acolheu estes animais e não estávamos pedindo ração para ninguém. Estou sem palavras”, fala a servidora.

Cátia conta que a equipe ainda conseguiu salvar dois dos animais. “Com certeza, iremos fazer o possível e o impossível para descobrir quem fez isto, e só espero que ele esteja consciente de que ele vai pagar pelo ato desumano que cometeu. E agora, quem vai ter coragem de abrir uma marmita?”, questiona a servidora ao relembrar o crime.

De acordo com o delegado Lucas de Sá Rezende, da delegacia de Jaguaruna, até o fechamento desta edição o caso ainda não havia sido registrado na Polícia Civil. No entanto, caso fosse confirmado um inquérito policial, deveria ser aberto para investigação.

Reclusão de até um ano por animal morto

Conforme o delegado, os maus-tratos a animais está previsto como crime ambiental, e o acusado, se condenado, pode ser preso de três meses a um ano. “Isso para cada animal que tenha sofrido o crime”, antecipa o delegado.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Notícias Relacionadas

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

Índices de crimes caem bruscamente em Orleans

Segundo dados divulgados pela Polícia Civil, houve redução de 300% dos crimes de roubo e quase 30% do número de furtos.