Esporte

Cinco candidatas da região disputam o título de representante do Tigre

Quatro loiras e uma morena da região Sul de Santa Catarina vivem a expectativa de ser a representante do Criciúma no concurso Musa do Brasileirão 2013. Giovana Geremias, Giselle Machieski Silva, Jamily Exterckotter da Cunha, Nani Gazinski e Renata Velho Toretti são as candidatas pelo time catarinense na primeira divisão nacional.

As inscrições no site do Globo Esporte encerraram ontem (12). Agora, a partir de 5 de agosto, apenas duas das beldades da região seguem na disputa pelo título de representante do Tigre.

O site globoesporte.com/sc, antecipa um pouco mais sobre as cinco candidatas.

Giovana Geremias

Natural de Criciúma, Giovana tem 23 anos e é estudante de enfermagem. Há nove anos a candidata à musa frequenta o estádio Heriberto Hülse. Vai também aos jogos do time fora de casa. Foi um deles, quando o Tigre foi campeão catarinense de 2005, em Ibirama, que se tornou a partida inesquecível da moça de 1,64m.

– Foi neste dia que fiquei noiva. Três anos depois me casei. Não conheci meu marido pelo futebol, mas era ele que me levava aos jogos, que fez começar meu fanatismo pelo Criciúma. Vou sempre os jogos há nove anos, quando foi a primeira vez que eu entrei no estádio. Desde então, sempre que possível, vou ao estádio e me identifico muito com o clube. Gosto bastante e quando tem partidas fora também vou – conta.

Giselle Machieski SIlva

Ela tem 20 anos e é dona de casa. Giselle garante que é torcedora do Criciúma desde pequenininha. Foi por isso, além da beleza, que a fez se inscrever ao posto de musa do time catarinense na Série A do Campeonato Brasileiro. Natural de Içara, ela pede o apoio da torcida ao time na competição e também que torçam para ela.

– Conheço um pouco de futebol. Não muito, mas conheço. Espero que a torcida acredite no Tigre e torça sempre por ele. Se a torcida não o fizer, os jogadores não vão ter aquela vontade a mais nos jogos. Se a torcida não apoiar, não vão chegar a algum lugar. Espero que também torçam por mim.

Jamily Exterckotter da Cunha

Ela é de Gravatal e tem 21 anos. Além de torcedora do Criciúma, Jamily garante que sabe de futebol. Este foi mais um motivo que a fez se tornar postulante à musa do Tigre. A moça de 1,66m sabe jogar bola e está confiante no concurso. Quer aproveitar para mostrar que mulher também sabe do esporte preferido dos brasileiros.

– Eu entendo um pouco de futebol. Se me botar no campo, eu sei jogar. Já joguei futebol. E um pouco do time eu conheço. Me inscrevi, primeiro, porque acho que o Criciúma merecia uma musa bonita, não vou me desmerecer. Segundo, por ser o único time catarinense estar na Série A do Brasileirão.

Nani Gazinski

Natural de Orleans, Nani tem 21 anos e foi a última das cinco inscritas pelo Criciúma. A justificativa da loura de olhos claros é a demora para poder fazer fotos produzidas para a inscrição. Ela queria um dia de sol para ser fotografada no gramado do Heriberto Hülse. A moça de 1,60m sempre dá um jeito de acompanhar o Tigre em campo, de preferência nas arquibancadas.

– Estou em praticamente em todos os jogos, gosto muito de assistir aos jogos do Tigre. Não posso dizer que venho em todos porque é impossível, até porque eu estudo. Tem dia que tem prova ou trabalho, no final de semestre a correria pega. Mas, tirando isso, arrumo espaço na agenda para ir ao estádio. Acho muito emocionante acompanhar o jogo da arquibancada.

Renata Velho Toretti

Renata é de Cocal do Sul e a mais jovem das postulantes, com 19 anos. Proximidade com o Criciúma não lhe falta. Renata já foi até gandula em jogo do time no Heriberto Hülse. Além dos estudos de Comércio Exterior, também aprimora o lado musa buscando informações sobre o time carvoeiro e marcando presença no Heriberto Hülse.

– A minha relação com o Criciúma não é de muito, muito tempo. A experiência como gandula é diferente e bem próxima de jogadores, da torcida, e algo que me influenciou bastante a me inscrever. Me sinto bem dentro de campo. Mas já havia ido a outros jogos antes. Sempre que possível, eu vou. Já cheguei a faltar aulas na faculdade para ir acompanhar as partidas.

  • 046e2698d9afb9e0d05fd2ef9690e7e3
  • p17vcg1ovp19k3frl128ie151m8r3
  • p17vcg1ovp196i1etaaoj1ede1sr74
  • p17vcg1ovpk561v19p5mk0do7g5
  • p17vcg1ovp3rd46g97n1gns8d26
  • p17vcg1ovp1b9nr1qch61blu1as07