Geral

Cinco pessoas morrem na Amurel durante feriadão

Dois acidentes de trânsito, um afogamento, um choque elétrico e um acidente de trabalho foram as causas das mortes.

Foto: Divulgação

O feriadão de Nossa Senhora Aparecida foi trágico na região da Amurel. Cinco pessoas perderam a vida entre sexta-feira e domingo. Dois acidentes de trânsito, um afogamento, um choque elétrico e um acidente de trabalho foram as causas das mortes. Três homens, um adolescente e uma mulher foram as vítimas.

Três das fatalidades ocorreram no feriado. Júlio Nunes Menegaz, de 59 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu no Hospital Nossa Senhora da Conceição – HNSC, em Tubarão, durante a manhã de sexta-feira. Júlio trabalhava na construção de um prédio, no Centro da Cidade Azul, quando o andaime em que estava caiu.

O acidente foi registrado na tarde de quinta-feira. Uma falha no equipamento fez com que Júlio caísse, junto ao andaime, de uma altura de sete metros. Ele foi atendido pelo Samu, encaminhado à unidade de saúde, mas não resistiu.

A segunda fatalidade, ainda ocorrida no dia 12, aconteceu em Imbituba. Tiago Rodrigues Alves, de 16 anos, desapareceu enquanto tomava banho em um lago com os amigos, dentro de um sítio particular, onde ocorria um retiro espiritual. O acidente aconteceu no bairro Guaiúba. O Corpo de Bombeiros foi acionado e encontrou o corpo do jovem, sem vida, após 30 minutos de buscas.

E a terceira morte registrada, ainda no mesmo dia, foi em Grão-Pará. O motociclista Lindomar da Silva, de 35 anos, morreu após se perder em uma curva, na SC-370. A mulher dele estava na carona da moto e não se feriu. O acidente aconteceu na estrada geral na localidade de Ilha Grande.

Ainda durante o feriadão, mais duas pessoas perderam a vida na região. Vivian Aparecida da Silva, de 49 anos, não resistiu ao levar um choque elétrico. Na tarde de sábado, ela usava uma máquina de costura quando sofreu uma descarga elétrica. O acidente ocorreu por volta das 14h, e ela não resistiu.

E ontem, um idoso que sofreu a queda enquanto andava de bicicleta morreu após dias internado no Hospital Nossa Senhora da Conceição – HNSC, em Tubarão. Renê Heidemann Margott, de 72 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu na manhã de domingo. A queda aconteceu em Grão-Pará. Todos os corpos foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal – IML de Tubarão.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Notícias Relacionadas

Ciclista morre após ser atropelado na SC-285, em Araranguá

Colisão frontal termina em morte em Balneário Rincão

Homem morre após colidir em bitrem tanque na BR-101, em Araranguá

Dois morrem após colisão frontal entre motocicletas na SC-108, em Orleans

Mikael Fraga Claudino, de 22 anos, e Nelson da Silva, de 40 anos, pilotavam as motocicletas e não resistiram aos ferimentos.