Saúde

Cirurgia ortognática é realizada no Hospital São José

Pela primeira vez, procedimento foi encaminhado pelo SUS, via Secretaria de Saúde do município

Divulgação

O Hospital São José de Criciúma realizou nesta semana a primeira cirurgia ortognática para correção dentofacial pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O procedimento foi realizado pelos cirurgiões bucomaxilos Flávio Tomazi, Eron Baroni e Andrea Willemann Manfredini.

“A cirurgia ortognática tem por objetivo colocar os ossos da face na posição correta. Essa é uma condição que, na maioria das vezes, o paciente já nasce com o problema. São pacientes que tem o queixo muito grande ou o queixo muito para trás, por exemplo. Por meio dessas cirurgias é possível fazer essas correções, tanto na maxilia, quanto na mandíbula, quanto no queixo”, explica o bucomaxilo Flávio Tomazi.

De acordo com o profissional, estas condições na grande maioria são genéticas. “Elas também podem ocorrer eventualmente por meio de um trauma ou de alguma doença facial. A necessidade da cirurgia é sempre muito avaliada e tem o principal objetivo de corrigir essas deformidades. São problemas que não comprometem só a estética, como também a função, por isso consideramos uma cirurgia estético-funcional”, relata o especialista.

Este primeiro procedimento realizado pelo SUS foi autorizado pela Secretaria de Saúde de Criciúma e a paciente já está em casa, em recuperação.

Saiba mais:

A cirurgia ortognática é um procedimento necessário para corrigir e reposicionar os ossos da face, em pacientes que apresentam algum tipo de deformidade ou assimetria.

O posicionamento inadequado da mandíbula ou da maxila pode prejudicar não só a aparência, mas também aspectos vitais, como funcionamento das articulações empregadas na mordida, respiração, saúde dos dentes e tecidos adjacentes, além da questão psicossocial.

Notícias Relacionadas

Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano

Apesar de alta da inflação, Selic permanece no menor nível da história

Tribunal confirma condenação de faculdade que ofereceu curso sem autorização do MEC

Muitos desses estudantes, pegos completamente de surpresa, ingressaram com ação na Justiça com pedido de indenização por danos materiais e morais.

Cidades de SC anunciam medidas para evitar aglomerações no feriadão de Finados

Prefeituras de Imbituba, Balneário Camboriú e Florianópolis prometem aumentar fiscalização para garantir que restrições contra coronavírus sejam cumpridas. Governo de SC também lançou projeto para denunciar irregularidades.

Criciúma: Bancários fecham Bradesco do centro contra demissões

Ação, em local em que quatro funcionários foram demitidos, integra o Dia Nacional de Luta Contra Demissões.