Geral

“Cobra desse tamanho é primeira vez que vejo”, conta morador após susto em Florianópolis

A espécie da serpente que apareceu no quintal do homem se chama Caninana e, apesar de não ser peçonhenta, pode chegar até a um metro e meio de comprimento

Divulgação

O morador que viu uma cobra de 1m20 a menos de um metro do seu quarto compartilhou o tamanho do susto ao dar de cara com o animal. Bruno Homem mora na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, e teve que chamar os bombeiros para tirar uma cobra Caninana do seu quintal na sexta-feira (26).

A cerca do quintal de Bruno fica a um metro de distância da janela do quarto dele. Ele descreve que em um primeiro momento, não identificou que era uma cobra que se movimentava tão próximo de onde ele estava.

— Pensa em um susto. Eu estava no meu quarto de costas, quando comecei a escutar um barulho estranho, os galhos se mexendo. Primeiro não entendi o que era, aí olhei bem certinho e vi aquele negócio. E a janela estava aberta. Ui, credo, pensa num susto — contou o morador ainda na tarde em que recebeu a visita inesperada.

A espécie da cobra que apareceu no quintal do homem se chama Caninana (Spilotes pullatus). Apesar de não ser peçonhenta, o porte pode assustar, já que pode ter até um metro de meio de comprimento.

De acordo com o sargento do Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência, serpentes desse tipo têm a “barriga” amarela e a parte de cima preta. Bruno não se feriu e descreveu o visual da cobra visitante:

— Ela estava na altura da minha janela, era grande, era grossa, era muito bonita e parecia que era feita de couro. Corri e fechei a janela, a porta, a casa inteira — fala.

Em seguida, o morador ligou para o Corpo de Bombeiros.

Conforme o verão se aproxima, a aparição de cobras no meio urbano pode ser mais frequente, afirma o Corpo de Bombeiros. Isso porque, por exemplo, cobras como as da espécie Caninana acasalam no mês de novembro e aparecem mais no calor.

— Minha casa é bem perto do mato, é rodeada de mato. Já fui mordido por aranha, já vi cobra pequena antes, mas cobra desse porte é a primeira vez que eu vejo. Imagina se ela sobe pela parede, a minha janela, ui, credo — diz Bruno.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a cobra é conhecida como “papa-rato”, por se alimentar de roedores e pássaros. O sargento que atendeu à ocorrência na Lagoa da Conceição explica que a espécie é ovípara, ou seja, põe ovos para procriar. Serpentes dessa espécie também não costumam rastejar no chão, e comumente são vistas em cercas, árvores e arbustos.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Ex-prefeito de Criciúma é preso após perseguição policial

Márcio Burigo, posteriormente identificado, desobedeceu a ordem legal dos policiais e se evadiu por cerca de dois quilômetros

Filezão: diversos celulares são furtados durante o evento; organizador é notificado por conta da aglomeração

O evento reuniu milhares de pessoas.

Rayssa Leal e Lucas Rabelo são os campeões da etapa de Criciúma do STU National

Maranhense e cearense largam na frente no circuito brasileiro 2022, iniciando o ano como terminaram 2021: com título

Três mulheres ficam feridas em acidente no centro de Cocal do Sul

O acidente aconteceu na rua Edson Gaidzinski