Saúde

Cocal do Sul intensifica combate à dengue

Município faz ações de conscientização em escolas e alerta sobre os cuidados básicos para evitar a proliferação do mosquito

Divulgação

Nos últimos meses tem aumentado significativamente o número de casos de dengue em Santa Catarina. Somente em 2022 já foram registrados 47 óbitos pela doença e outros 24 casos seguem em investigação. Dessa forma, o Governo de Cocal do Sul tem intensificado o combate e as orientações à população quanto à prevenção.

Recentemente, um morador de Cocal do Sul positivou para a dengue, porém houve rápida recuperação e o indivíduo já segue com a rotina normal de trabalho. Vale ressaltar que não houve a confirmação de que este paciente foi infectado em Cocal do Sul, pois trabalha fora do município. Até o momento, não há focos do mosquito Aedes aegypti nas localidades.

Mas, por este motivo, as agentes comunitárias de saúde intensificaram as orientações sobre o combate à dengue e aumentaram o número de armadilhas, que foi possível pela contratação de um novo agente de endemias. Além de uma parceria com a Defesa Civil e uma ação da Vigilância Epidemiológica com orientações nas escolas com o mascote da dengue.

A agente de endemias, Kariny Silveira Morais, ressalta que é importante o alerta à população quanto à prevenção da dengue. “Mesmo não sabendo a origem de infecção, alertamos toda a população para os cuidados básicos de combate à dengue; não deixem de forma alguma água parada em qualquer recipiente, seja em residências ou estabelecimentos”, alerta.

Kariny lembra que na região há municípios com foco do mosquito e também com casos confirmado da doença. “Precisamos de toda a ajuda do povo de Cocal do Sul para continuarmos mantendo a cidade livre dos focos”, conclui.

A Secretaria de Saúde do município por meio da Vigilância Epidemiológica, promoveu uma ação de conscientização com o mascote da dengue, nas escolas de educação infantil Recanto Feliz, Os Amigos, Cantinho Alegre, Lourdes Carara e Pequeno Príncipe. A ação consistiu em conversar de forma lúdica com as crianças sobre os cuidados que se deve ter para combater a dengue e foi entregue um folder explicativo sobre o combate ao mosquito, para repassarem aos pais.

Conheça os sintomas da dengue

Os sintomas da dengue, causada pelo mosquito Aedes aegypti, podem começar com a manifestação com febre alta (39º a 40ºC), de forma inesperada que pode durar de 2 a 7 dias, acompanhada com dores de cabeça, no corpo e articulações, além de sensação de fraqueza, dor nos olhos, coceira na pele, e erupção cutânea. Os sintomas mais comuns podem ser náuseas, vômito e perda de peso.

Como prevenir o proliferamente do mosquito:

As medidas de controle para prevenir a doença, é manter o domicílio sempre limpo, evitar o acumulo de água em locais abertos, como os vasos de plantas, poças de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem a devida manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampinhas de garrafa, entre outros.

Notícias Relacionadas

Balneário Rincão ganha rota gastronômica com 26 locais para conhecer

Iniciativa faz parte do Plano Municipal de Turismo e visa transformar a cidade em um destino turístico durante o ano inteiro

Região Sul do país tem melhora nas desigualdades sociais em saúde, diz FioCruz

Mesmo com a “ligeira redução”, como define a FioCruz, 65 dos 84 municípios que estiveram classificados na lista dos mais desiguais da Região Sul no início da pandemia permanecem nessa condição

SC tem aumento de 271% dos casos confirmados de dengue no 1º semestre de 2022

No Estado, 77 pessoas tiveram mortes confirmadas pela dengue neste ano

Criança de 2 anos é atropelada por ônibus em SC

Bombeiros informaram que a menina teve ferimentos graves e foi levada ao hospital; ela sofreu fraturas expostas