Saúde

Com Covid-19, ex-governador Eduardo Moreira é internado em Florianópolis

De acordo com um familiar de Moreira, a internação foi ocasionada por precaução, uma vez que ele já tem 71 anos de idade.

Com Covid-19, ex-governador Eduardo Moreira é internado em Florianópolis

Foto: Divulgação

O ex-governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) foi hospitalizado ontem, 04, em Florianópolis, para receber maiores cuidados após ter exames positivos para Covid-19. O resultado de que ele contraiu o coronavírus foi divulgado pelo próprio ex-governador na última terça-feira, 1º, em seu perfil oficial do Instagram. A notícia causou ainda maior repercussão porque o ex-governador revela que já recebeu as duas doses da vacina contra a doença.

“Um alerta importante: mesmo vacinado, com as duas doses em dia e a última dose em 15 de abril, fui diagnosticado com Covid-19, no último final de semana. Sempre mantive os cuidados necessários, mas o vírus está aí! Estou com sintomas, mas bem. Isolado e tratando a doença. A vacina ameniza os sintomas e garante mais proteção, mas não traz imunidade. Cuidem-se amigos e amigas. Um abraço repleto de otimismo e uma semana abençoada para todos vocês!”, escreveu.

De acordo com um familiar de Moreira, a internação foi ocasionada por precaução, uma vez que ele já tem 71 anos de idade.

Com informações do TN Sul 

Notícias Relacionadas

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

Escolas devem reduzir em 15% mensalidades do ensino infantil durante pandemia, decide TJ

A pena em caso de descumprimento é de R$ 1 mil por aluno e por mês.

Prefeito de Nova Veneza assina decreto de formação da Comissão de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus

Nova Veneza não tem casos confirmados da doença, apenas pessoas em isolamento domiciliar que já foram acompanhados, mas devem permanecer em quarentena pois chegaram de viagem.

Inovação e tecnologia ampliam a prestação de serviços digitais do Estado ao cidadão durante pandemia

Com aplicativos, sites e plataformas digitais, secretarias e órgãos de Estado adaptaram suas rotinas e substituíram o atendimento presencial pelo online.