Geral

Com inflação em alta, cai a intenção de comprar em SC

Dados da intenção de consumo mostram que na passagem de agosto para setembro, a redução foi de 3,7%. Já na comparação anual (setembro com setembro), a redução é de 26,7%

Divulgação

A intenção de consumo das famílias catarinenses teve nova queda em setembro, segundo dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de SC (Fecomércio/SC) divulgados nesta semana. Na passagem de agosto para setembro, a redução foi 3,7% (53,1 para 51,1 pontos). Já na comparação anual (setembro com setembro), a redução é de 26,7% (69,8 para 51,1 pontos). O índice varia de 0 a 200, onde resultados abaixo de 100 indicam pessimismo.

Um dos motivos da queda é a inflação. “O resultado mostra cautela diante das dificuldades ocasionadas pela aceleração dos níveis de preços e do aumento das taxas de juros”, diz a entidade.

Entre os critérios, está a queda nas perspectivas de consumo, passando de 67,5 para 51,9 pontos na comparação anual, redução de 23%.

“O movimento de retomada econômica e o avanço da imunização ainda são insuficientes para reverter os níveis de satisfação dos consumidores aos encontrados na pré-crise”, afirma a Fecomércio/SC.

Com informações da Rede Catarinense de Notícias

Notícias Relacionadas

Homem é assassinado na beira da praia, em Balneário Gaivota

Até o momento não há informações sobre idade e identidade da vítima

Coronavírus em SC: Matriz de Risco aponta 14 regiões no nível alto e três no moderado

As regiões em risco alto são Carbonífera, Extremo Oeste, Extremo Sul Catarinense, Foz do Rio Itajaí, Grande Florianópolis, Laguna, Médio Vale do Itajaí, Meio Oeste, Nordeste, Oeste, Planalto Norte, Serra Catarinsnse, Vale do Itapocu e Xanxerê

Garçons salvam banhista de afogamento em praia de Balneário Camboriú

Socorristas chegaram na sequência e continuaram protocolo de reanimação, que funcionou

Carro vai parar dentro do rio em SC minutos após sair de oficina

Apesar do prejuízo, ninguém ficou ferido com gravidade