Geral

Com investimento de mais de R$ 100 milhões, Estado lança programa SC Mais Inclusiva

O SC Mais Inclusiva será operacionalizado pela Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE)

Divulgação

O governador Carlos Moisés lançou nesta quarta-feira, 7, o programa SC Mais Inclusiva, pacote de investimento de mais de R$ 100 milhões voltado para instituições especializadas em educação especial. Trata-se do maior investimento da história do Estado no setor. Os recursos disponibilizados pelo programa vão permitir a realização de projetos nas entidades contempladas, como a implantação de parques adaptados, academias acessíveis e jardins sensoriais.

O SC Mais Inclusiva será operacionalizado pela Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) em parceria com as instituições especializadas em educação especial, como Apaes, Amas, entre outras.

“Hoje é um dia de alegria. Vamos investir um volume considerável de recursos na educação especial, por meio dos nossos parceiros. Santa Catarina vai investir na mobilidade e na inclusão de todos que se utilizam da educação especial. O que estamos fazendo é um resgate histórico”, afirma o governador.
O programa também vai apoiar a aquisição de recursos tecnológicos, como tablets e lousas digitais, e a aquisição de veículos de transporte adaptado, como ônibus e vans com plataformas elevatórias. A expectativa é beneficiar cerca de 22 mil educandos atendidos nas mais de 220 instituições especializadas em Educação Especial de Santa Catarina.

Para a presidente da FCEE, Janice Krasniak, o investimento significará um salto de qualidade no atendimento às pessoas com deficiência em Santa Catarina: “Esse é um trabalho que será realizado a muitas mãos. A educação especial está recebendo a atenção que merece e queremos avançar ainda mais. Também precisamos agradecer o empenho pessoal do governador na causa, o que permitiu fazer esse anúncio tão importante”.

O SC Mais Inclusiva está dividido em subprogramas entre os quais:

Programa Instrumentalizar para desenvolver: para projetos com objetivo de fomentar o atendimento especializado no Estado com o uso de estratégias diferenciais, implementando as salas de Integração Sensorial, de PediaSuit e de Psicomotricidade, academia para atividade física, parques adaptados ou jardim sensorial nas Instituições especializadas.
Programa SC + Acessibilidade Digital: para projetos com o objetivo de garantir às pessoas com deficiência que frequentam as Instituições Especializadas o acesso à inclusão digital por meio da aquisição de recursos e equipamentos tecnológicos.

Programa SC + Mobilidade: para projetos com o objetivo de garantir o transporte com segurança, conforto e acessibilidade às pessoas com deficiência (Transporte Adaptado).
As instituições especializadas interessadas em apresentar projetos deverão seguir as instruções fornecidas no Edital de Chamamento Público FCEE/001/2021, que será disponibilizado em breve no site da FCEE. As inscrições ficam abertas de 12 a 30 de julho.

O lançamento do programa foi acompanhado pela presidente da federação das Apaes, Alice Kuerten, pelo secretário de estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, e pelos deputados estaduais Zé Milton Scheffer e Vicente Caropreso.

Notícias Relacionadas

Vacinação em SC: Estado recebe 220 mil doses da vacina contra a Covid-19

As vacinas serão destinadas à vacinação da população em geral por faixa etária e à vacinação dos grupos prioritários que ainda vacinados.

Homem de 90 anos já assistiu mais de 50 nevadas em SC; veja registros

Viterbo Souza Oliveira lembra da primeira grande precipitação de neve, em 1946, com acúmulo de cerca de 30 centímetros.

Motorista morre afogado após carro cair de ponte em São Ludgero

Acidente ocorreu no início da madrugada deste sábado (31); vítima ficou presa ao cinto de seguranças.

Aneel: bandeira tarifária de agosto se manterá vermelha

O custo de 100 kilowatt-hora permanece em R$ 9,492.