Geral

Com um crescimento de 13,7% no setor de serviços, SC avança três vezes mais que a média nacional

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 11, na Pesquisa Mensal de Serviços

Divulgação

Santa Catarina apresentou o segundo melhor crescimento no setor de serviços do país, 13,7%, mais que o triplo da média nacional, que foi 3,7%. Os dados são referentes ao acumulado deste ano, em comparação com o mesmo período de 2020 e que ainda refletem as consequências da pandemia. Entre os maiores estados brasileiros, SC teve a maior alta em 2021. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 11, na Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Os números em diferentes segmentos vêm demonstrando a retomada da nossa economia. Isso tem sido possível porque viemos cumprindo o nosso papel de garantir regramentos seguros. Com muita responsabilidade, vamos avançando no setor econômico e no enfrentamento à Covid-19, com a vacinação e os protocolos sanitários”, ressaltou o governador Carlos Moisés.

Os dados da variação mensal dos serviços no acumulado do ano em Santa Catarina tiveram alta generalizada e foram puxados por: profissionais administrativos e complementares (31,3%); transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (17,8%); informação e comunicação (9,0%); e outros serviços (8,8%).

“Em uma demonstração clara da pujança econômica do Estado, Santa Catarina apresentou nos primeiros meses de 2021 a maior alta entre os maiores estados do país. No acumulado do ano, Santa Catarina cresceu três vezes mais que a média nacional. Números que comprovam a resiliência catarinense e fortalecem as ações de enfrentamento, de cuidado com a saúde e com a manutenção do emprego das pessoas”, disse o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Luciano Buligon.

Na variação acumulada em 12 meses, o setor de serviços do Estado registrou incremento de 2,3%. O crescimento foi puxado por serviços profissionais, administrativos e complementares (22,5%); transporte, serviços auxiliares ao transporte e correios (5,1%); e outros serviços (2,0%).

Receita

Quando analisado o recorte de receita do setor de serviços no mês de abril houve incremento de 34,1% em Santa Catarina, na comparação com o mesmo mês de 2020, superior ao Rio Grande do Sul e Paraná, que registraram 29,3% e 20,8%, respectivamente.

Maior número de empregos

Em abril, o setor de serviços também apresentou resultados positivos na geração de empregos formais em Santa Catarina. O maior crescimento veio nesta atividade econômica, com um saldo de 5.170 novas carteiras assinadas. Na sequência vem a indústria (+2.670), comércio (+2.053) e a construção civil (+2.021).

Turismo

A pesquisa traz ainda indicadores de volume de serviços das atividades turísticas. O setor do turismo foi um dos mais impactados pela pandemia e ainda encontra grandes dificuldades de retomar a normalidade.

Santa Catarina voltou a apontar crescimento no mês abril em relação a março de 8,3%, sendo o terceiro maior resultado do país.

Notícias Relacionadas

Em janeiro, SC cresce acima da média nacional e tem alta de 3,7% no setor de serviços

O desempenho do Estado foi bem acima da média nacional (-4,7%) e o melhor da região Sul, já que Paraná (-9,2%) e Rio Grande do Sul (-9,1%) apresentaram queda

Alesc aprova reforma da Previdência e barra alterações de última hora ao projeto

Parlamentares tentaram mas não conseguiram realizar alterações durante a sessão. Base de governo agiu para frear desidratações.

Falta de materiais de limpeza e de enfermagem nas UBSs de Lauro Müller gera polêmica

Assunto foi discutido em sessão da Câmara de Vereadores nesta segunda-feira, dia 2.

Qual o diferencial para um bom emprego?

Pensando na qualificação profissional, a UniSatc está com matrículas abertas para a pós-graduação