Geral

Comerciantes e moradores se unem pela preservação da Ponta da Barra, em Laguna

Comerciantes e moradores se unem pela preservação da Ponta da Barra, em Laguna

Foto: Gisele Elis

Quem entra na Ponta Barra, em Laguna, desembarcando pelo bote, já nota a diferença. Lixeiras e placas educativas trazem informações sobre a preservação do local através do descarte correto do lixo.

Através da união entre os três restaurantes do local e a Associação de Moradores da Ponta da Barra, foram instaladas quatro lixeiras na entrada da localidade e uma placa com informações sobre o tempo de decomposição de determinados tipos de lixo.

A comunidade é famosa pelos restaurantes especializados em frutos do mar e tem uma localização privilegiada, costeando o Canal da Barra, principal local de concentração dos Botos.

Sobre as placas:
O tempo de decomposição do lixo pode ser mais demorado do que você imagina:
Papel – 3 a 6 meses
Filtro de cigarro e chiclete – 5 anos
Plástico e Metal – mais de 100 anos
Vidro – 1 milhão de anos
Borracha – Tempo indeterminado

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Laguna

Notícias Relacionadas

Casa de Repouso Bom Jesus inaugura oficina recreativa, em Criciúma

Mercado Solidário ultrapassa expectativas e arrecada mais de 10 toneladas

Com este resultado, as doações arrecadadas ao longo de todas as edições chegam as 37,1 toneladas.

Campanha Inverno Jovem Solidário arrecada doações, em Orleans

Interessados podem doar roupas, sapatos, cobertores, alimentos etc. Ação é promovida pelo Setor da Juventude da Paróquia Santa Otília.

“Lutar contra o aquecimento global começa pela água tratada e pelo saneamento”, diz jornalista Sônia Bridi em palestra