Geral

Comércio estará de portas abertas no feriado de Tiradentes

Segundo comerciantes, a data mesmo que não motive intensas vendas, faz a diferença no processo de retomada da economia.

Divulgação

Para tentar estimular a economia e as compras no comércio local, os lojistas de algumas cidades do Sul Catarinense irão abrir suas portas na próxima terça-feira, 21, feriado nacional de Tiradentes. A abertura é uma tentativa de minimizar os prejuízos acarretados pelo período de fechamento, no cumprimento do decreto estadual que proibia o funcionamento do comércio de rua.

Em Criciúma, os varejistas atuarão normalmente, porém, segundo o presidente do Sindicato dos Comerciários, Gelson Gonçalves, o dia trabalhado servirá para repor dois dias de não atuação. “Como os trabalhadores ficaram por um período em casa, nós acordamos junto dos lojistas que esse dia equivalerá a dois dias de atividades. Isso foi o que combinamos com os comerciantes”, explicou.

De acordo com Gonçalves, a peça chave da discussão foi a decisão da prefeitura em deixar aberto os estabelecimentos. “Fomos comunicados sobre essa posição do Executivo, que dá liberdade para o comércio local trabalhar, foi então, onde buscamos dialogar e encontrar uma saída que fosse salutar para os comerciantes e comerciários. Tivemos resistência, mas conseguimos estabelecer essa solução”, pontuou.

Segundo a presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), de Criciúma, Andréa Gazola Salvalággio, a data é uma forma de colocar a economia nos ‘trilhos’. “Viemos de um momento atípico, onde ficamos mais de 20 dias fechados. Trabalhar no feriado é mais uma etapa deste recomeço econômico. Sabemos que não iremos vender uma quantidade expressiva, mas será um jeito de não paralisar o que ficou tanto tempo fechado”, relatou.

Em Içara, o presidente da CDL, Alexandre Fernandes, afirmou que as lojas e outros estabelecimentos também atuarão de forma costumeira. “É um posicionamento coletivo. Foram muitos dias parados e temos uma demanda reprimida de consumo, por isso, consideramos melhor estender o funcionamento ao feriado para que as pessoas possam ser atendidas com tranquilidade e dentro dos padrões de segurança exigidos”.

A presidente da CDL de Urussanga, Scheila Zomer Bosa, disse que os comerciantes estão livres para optar pela abertura ou não. “Nós colocamos a data à disposição para a abertura, mas a concordância de funcionamento dos estabelecimentos partirá dos empregadores e empregados. Cada empresa terá liberdade para dialogar com seus funcionários e acordar o que for necessário”.

Em Cocal do Sul, as lojas estarão abertas. Segundo a presidente, Amanda de Oliveira, os impactos foram negativos na quarentena e a realidade precisa ser modificada. “Não está fácil manter a atuação do comércio local. Esse será mais um dia de tentativa de vendas, de luta para manter nossas empresas. Cada comerciante fará o horário que achar melhor, respeitando a carga horária”, afirmou.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Cidasc emite comunicado sobre proibição de fabricação, comércio, prescrição e uso do herbicida Paraquat no Brasil

A reavaliação toxicológica do paraquat foi determinada em 2008 pela Anvisa e finalizada em 2017

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Após problemas no Enem, Sisu ficará aberto por mais dois dias

Anúncio foi feito pelo ministro da Educação nesta segunda-feira (20)

Mulher é presa por furtar produtos do comércio de Tubarão e Capivari de Baixo

A autora dos crimes ludibriava tags do sistema antifurto das lojas e inseria mercadorias na bolsa