Geral

Compre Digital do Comércio Local: campanha ultrapassa o número de 250 lojistas cadastrados em Criciúma

Mesmo com a reabertura do comércio, plataforma continuou a ter ampla adesão, chegando a três mil clientes até o momento

Divulgação/Prefeitura de Criciúma

Completando duas semanas desde a volta das atividades do comércio, o setor vem se restabelecendo aos poucos neste momento economicamente difícil, por conta da Covid-19. Em meio a isso, a campanha Compre Digital do Comércio Local registrou crescimento da adesão, superando o número de 250 lojistas e três mil clientes pela plataforma delivery ToPedindo. As pessoas que permanecem em isolamento ou que estão com receio de sair nas ruas, podem acessar o www.topedindo.com.br/comprelocal e realizar os pedidos.

Integrada ao programa Supera Criciúma, a iniciativa está cumprindo com o objetivo de fortalecer a atividade econômica do comércio da cidade, por meio do processo de vendas online. “A tendência é que a mudança no comportamento do consumidor após a pandemia continue e o consumidor deve manter os novos canais para a compra dos produtos, junto a seus fornecedores sem muitas vezes ter que sair de casa. A ferramenta que disponibilizamos por meio da campanha não serve somente ao período em que as lojas estavam fechadas, mas principalmente agora que reabriram”, comentou o diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Claiton Pacheco.

A plataforma possui a comercialização de produtos dos segmentos de alimentação, conveniência, vestuário, farmácia, distribuidora, entre outros. “Muitos consumidores ainda não têm confiança para sair de casa e preferem receber os produtos na residência. Esta iniciativa permite que a empresa atenda esse tipo de demanda dos clientes. Este será um novo hábito dos consumidores”, complementa o diretor.

Supera Criciúma

O programa tem o intuito de auxiliar os criciumenses a superar os efeitos econômicos gerados pelo vírus. Outra iniciativa importante é o espaço SOS Empreendedor, localizado na Casa do Empreendedor, no Paço Municipal Marcos Rovaris. Os empreendedores podem procurar o local para esclarecer dúvidas sobre linhas de crédito, disponibilizadas por instituições bancárias às empresas que registraram impactos financeiros em virtude da pandemia,

Rede de Mentores Voluntários

Formada com o apoio do Governo Municipal junto com empresários, gestores, psicólogos e consultores, a Rede de Mentores Voluntários irá conceder orientações de acordo com suas experiências profissionais, de forma gratuita aos pequenos e microempresários.

Serão encontros semanais por meio de videoconferências de 30 minutos via WhatsApp, com a finalidade de que problemas financeiros, psicológicos, entre outros, sejam superados. Além disso, cursos online gratuitos estão disponíveis, para auxiliar os empresários locais a administrar seus negócios. Uma parceria de entidades educacionais com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e oferecida pelo programa.

Para esclarecer dúvidas, os empreendedores podem entrar em contato com a Casa do Empreendedor pelo telefone (48) 3431-0480, ou acessar o site www.casadoempreendedor.criciuma.sc.gov.br , onde os interessados em participar da Rede de Mentores também podem se inscrever.

Notícias Relacionadas

Secretaria de Saúde de Criciúma reforça chamado de gestantes, puérperas e crianças para vacinação contra influenza

Agentes Comunitários de Saúde visitarão as residências para monitoramento e intensificação de informações por causa da baixa adesão à campanha nacional

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Tribunal de Justiça catarinense confirma pena para empresário que vendeu pipoca com rato dentro em Criciúma

Uma das vítimas, após ingerir a pipoca, teve intoxicação alimentar aguda causada por alimento contaminado.