Geral

Conselho Tutelar de Lauro Müller recebe capacitação nesta semana

Integrantes do órgão recebem profissional em curso que começou na segunda e vai até quarta-feira, para discutir mudanças no ECA e garantias dos direitos e proteção de crianças e adolescentes.

Divulgação

A Administração Municipal de Lauro Müller empreende, nesta semana, a capacitação dos integrantes do Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente (CTDCA) do município, em curso com 20 horas de duração, na sede do conselho, no Centro da cidade. A qualificação é orientada pelo mestre em Desenvolvimento Socioeconômico Ismael de Córdova e foca em fortalecer o órgão no entendimento dos fundamentos, procedimentos e atribuições legais referentes à proteção integral de crianças e adolescentes. O encontro também discute mudanças recentes no Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) e as implicações técnicas e sociais na prestação dos atendimentos oferecidos pelo conselho.

De acordo com a coordenadora Administrativa e conselheira do CTDCA, Jucimara de Medeiros, a formação continuada do conselho é necessária para que haja o entendimento das mudanças do ECA e a forma de atender às demandas dentro do município. “Essa formação continuada nos dá entender as mudanças ocorridas e as implicações em nossa rotina. É importante sempre estarmos estudando e discutindo esses aspectos nas leis que mudam e aplicarmos as alterações em nosso trabalho”, resume. Nesse ano, afirma Jucimara, o estatuto teve mudanças nas autorizações de viagens para menores de idade e a instituição da Semana de Prevenção da Gravidez na Adolescência (sempre na primeira semana de fevereiro), sancionada no início deste ano.

A capacitação está programada para acontecer em 20 horas de encontros, que iniciaram na segunda e vão até quarta-feira, 24. Segundo o palestrante Ismael de Córdova, a proposta do curso é apresentada na combinação entre a oficina (palestra) e dinâmicas de grupo. Ambas as modalidades são de extrema importância para que todo o conteúdo possa ser assimilado, com metodologia estimulando a participação de todos.

Para Córdova, o aperfeiçoamento dos conselheiros, atualizando as informações, tem como objetivo garantir a aplicação correta das mudanças jurídicas ocorridas. “Assim, com a apresentação e discussão dessas alterações, é possível ter a garantia que o acompanhamento dos direitos de crianças e adolescentes de Lauro Müller estão sendo feitos na totalidade”, diz. Ele ainda compreende que a necessidade na capacitação continuada está no amparo humanizado às demandas do Conselho Tutelar, sem perder o vínculo com o amparo técnico e jurídico. “É preciso ter, ao mesmo tempo, o atendimento e a postura humanista e tecnicista. Também discutimos essa questão”, afirma.

O Conselho Tutelar de Lauro Müller tem cinco conselheiros e recebe cerca de 300 denúncias e informações sobre violações dos direitos de crianças e adolescentes, conta a conselheira. “A maioria desse total são improcedentes, apenas relatos sem fundamento. Mas, acompanhamos todos as demandas para verificar os fatos e, em caso de desrespeito dos direitos assegurados, darmos o encaminhamento correto. Por isso, essa capacitação continuada é importante na rotina dos conselheiros”, afirma a coordenadora.

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Lauro Müller 

Notícias Relacionadas

Profissionais do Meta participam da Convenção Nacional do Sistema de Ensino Ético

Diretora e coordenadora estiveram em São Paulo com o intuito de buscar tendências e inovação através da formação continuada.

Empretec: metodologia da ONU para pequenos empreendedores está com inscrições abertas

Seminários serão realizados pelo Sebrae ainda neste mês.

Defesa Civil treina professores municipais de Orleans para prevenção de desastres

Moradores de rua de Tubarão vão ganhar cursos