Geral

Coopercocal recebe licença ambiental emitida pelo ima para instalação da linha de transmissão 69kv

Licença foi entregue ao presidente da Coopercocal Altair Lorival de Mélo pelo Coordenador do Meio Ambiente, Marcos Favro.

Divulgação

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) emitiu a Licença Ambiental de Instalação (LAI) para a Linha de Transmissão de Energia Elétrica da Coopercocal no município de Cocal do Sul. A LAI é a segunda de três licenças ambientais obrigatórias e autoriza o início das obras do empreendimento que possui investimento de aproximadamente R$ 15 milhões.

A Linha de Transmissão 69KV de propriedade da cooperativa possui conexão direta à Rede Básica de Transmissão pertencente à Eletrosul, diretamente conectada ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

Vale destacar que a obra é de extrema necessidade, não apenas para a cooperativa, mas para o desenvolvimento do município, para a população e para os empresários, que poderão usufruir de energia de qualidade em maior quantidade e melhor preço, abrindo portas para a migração de novas empresas; geração de emprego e receita para os municípios da área de atuação.

“Santa Catarina está se preparando para a retomada econômica no pós-pandemia e a oferta de energia é uma das prioridades, pois representa segurança para a ampliação de investimentos e a vida de novas empresas. Cocal do Sul tem um grande potencial econômico, tendo já grandes empresas instaladas, e agora novos projetos, que irão ampliar a capacidade de emprego e desenvolvimento da região”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

A taxa média de crescimento da demanda da Coopercocal foi de 7,1% nos últimos 10 anos, sendo que a demanda máxima total utilizada em 2020 pela cooperativa foi de 22 mega whatts (MW) assim, com a instalação da nova LT 69KV a garantia de energia para as próximas décadas fica garantida para área de atuação da Coopercocal.

“O licenciamento ambiental para a linha de transmissão representa um passo importante para que a região possa contar com mais qualidade, segurança e capacidade de expansão da rede elétrica respeitando as normas e os regramentos ambientais exigidos para essa modalidade”, reforça o presidente do IMA, Daniel Vinicius Netto.

Com a liberação da LAI, a previsão é que o empreendimento comece a instalação ainda este ano, com prazo para conclusão e conexão até março de 2023.

“Estávamos aguardando apenas esta liberação para darmos início a obra. Com esta linha de transmissão nós vamos ter preço, mais qualidade e quantidade de energia, para o empresário isso é tudo”, comemora o presidente da Coopercocal Altair Lorival de Mélo.

A Cooperativa também já está em estudos avançados para diminuir o custo da energia através da migração da compra de energia para mercado livre, que é uma ferramenta existente no Brasil onde as grandes empresas e as distribuidoras de energia podem comprar energia de qualquer parte do país através de leilão.

Nos últimos 8 anos a Coopercocal investiu mais de 30 milhões em melhorias de distribuição de energia, estrutura física e trabalho social.

Notícias Relacionadas

Dez escolas municipais de Criciúma já tiveram seus documentos antigos digitalizados

Objetivo da Secretaria de Educação é criar acervo com decretos, cadastros de estudantes e professores, fotos históricas e demais documentos das unidades de ensino

Colégio Satc inicia transição de alunos para novas séries

Desafios e mudanças para os alunos que passam para o Ensino Fundamental são monitorados pelo corpo pedagógico

“Estamos perto de ver o topo da inflação”, diz presidente do BC

Campos Neto afirma que pode haver melhora no ano que vem

Queda de elevador deixa um homem ferido dentro de padaria em SC

Estado de saúde da vítima é estável; acidente aconteceu no bairro América