Litoral

Coronavírus: Idoso de 72 anos é aplaudido ao receber alta de hospital em Florianópolis

Homem chegou a ficar internado em UTI e agora passa a fase final da recuperação em casa.

Divulgação/Reprodução

O morador de Florianópolis, Flávio Regianini, 72 anos, viveu um dia especial neste domingo (5). Após 11 dias internado por causa do novo coronavírus, o idoso se recuperou da doença e recebeu alta. Na hora de ir embora, ele foi aplaudido por funcionários do Hospital Baía Sul, de Florianópolis.

Flávio conta que começou a sentir sintomas como febre quando procurou o pronto-atendimento. Exames apontaram uma pequena pneumonia no pulmão direito. Como a febre continuava e os sintomas continuavam mesmo com medicação, reforçando a suspeita de coronavírus, ele voltou a procurar atendimento médico, e foi internado em um quarto isolado.

Nesta segunda-feira, um dia após deixar o hospital, Flávio não poupou elogios ao atendimento recebido.

“Se aconteceu sucesso em minha recuperação, não podemos deixar de manifestar a bondade, as atitudes de carinho e a fraternidade manifestada pela equipe” afirmou.

Flávio está em casa, onde continua em repouso para obter uma melhor recuperação.

Questionado sobre que mensagem deixa para pessoas que precisam enfrentar a doença ou para quem acompanha, de casa, o avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil, Flávio lista algumas dicas importantes.

Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus​

“Em primeiro lugar, desejo que tenha persistência e busque assistência médica, os protocolos que a medicina tem à disposição. Abandonei muitas notícias fakes e tenho mais confiança em Deus e na medicina” conta o paciente.

Estado monitora casos de pacientes recuperados

Na entrevista coletiva do governo do Estado na tarde desta segunda-feira (6), o secretário de Saúde de SC, Helton Zeferino, não revelou números de pacientes já recuperados da doença no Estado, mas falou sobre a situação desses pacientes. Pelo menos quatro pessoas já receberam alta após internações causadas pela Covid-19.

O secretário disse que embora seja cedo para garantir que quem contrai a doença garante imunidade, o Estado monitora esses pacientes e já trabalha inclusive com uma possibilidade de tratamento utilizando o plasma de pacientes recuperados da doença, que poderia aumentar a imunidade de pacientes com quadros mais graves da doença.

“É muito bom enquanto saúde pública começarmos a diagnosticar justamente porque precisamos mostrar para as pessoas que temos quadros leves, quadros severos e, dentro desses quadros severos, temos sim pessoas que conseguem atingir a cura e recebem alta hospitalar, que é o que buscamos para todos os pacientes” ressaltou o secretário.

 

Com informações do site NSC Total

Notícias Relacionadas

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

Com investimento de R$ 3,9 milhões, Estado entrega unidades de assistência social em Armazém, Rio do Oeste, Lontras e Florianópolis

Cada uma das unidades conta com sala de atendimento familiar, administração, recepção, cozinha, banheiro, área de serviço, sala multiuso, área externa coberta e mobília.

Prefeito de Nova Veneza assina decreto de formação da Comissão de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus

Nova Veneza não tem casos confirmados da doença, apenas pessoas em isolamento domiciliar que já foram acompanhados, mas devem permanecer em quarentena pois chegaram de viagem.

Coronavírus em SC: Governador planeja retomada gradativa da atividade econômica e projeta 713 novos leitos de UTI

O objetivo é adequar as medidas de isolamento à necessidade dos catarinenses com segurança.