Segurança

Corpo encontrado no rio em SC está há 10 dias sem identificação no IML

Pessoas que tiverem suspeita de quem possa ser o homem devem entrar em contato com o Instituto Geral de Perícias

Divulgação

Segue um mistério a morte do homem encontrado no Rio do Testo, em Blumenau, no último dia 20 de dezembro. Passados quase 10 dias, o corpo ainda está sem identificação no Instituto Médico Legal (IML).

O estado avançado de decomposição compromete até mesmo estimar uma idade para o homem. A equipe técnica conseguiu coletar algumas digitais e enviou a Florianópolis na tentativa de encontrar compatibilidade com alguém cadastrado.

O corpo não apresenta sinais de violência, mas não foi possível determinar a causa da morte. A certidão de óbito foi emitida como causa indeterminada. Tatuagens, que frequentemente ajudam na identificação do morto, também não foram encontradas.

Pessoas que tiverem suspeita de quem possa ser o homem devem entrar em contato com o Instituto Geral de Perícias pelo telefone (47) 3340-1920.

Relembre o caso

No dia 20 de dezembro, pela manhã, o Corpo de Bombeiros foi informado que havia um corpo no Rio do Testo, na altura da Rua Heinrich Hemmer, no bairro Badenfurt.

Os bombeiros fizeram a remoção do homem, que estava preso a galhos de árvore. O IML de Blumenau recolheu o cadáver e levou para perícia, onde aguarda identificação.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Secretaria de Saúde de Criciúma realiza ação para relembrar um ano de vacinação e início da aplicação em crianças

Há um ano, a primeira dose da vacina contra Covid-19 era aplicada em Criciúma

Criciúma é a única cidade da Amrec a conquistar medalhas de ouro na Obmep

Ao todo, 100 alunos das escolas municipais são premiados com medalhas e menções honrosas, além de quatro professores que também foram destaques

TeleCovid: mais de 1200 atendimentos são realizados no primeiro dia

Serviço de atendimento remoto foi retomado nessa terça-feira

Fiz o Enem, que curso escolher agora? Orientadora profissional comenta afirma que curso precisa ter o DNA de cada um

A resposta pode estar nas questões básicas diárias para compreender as áreas de interesse