Geral

Covid-19: Araranguá registra primeira morte

Vítima era natural de Sombrio e estava internada no Hospital Regional de Araranguá.

Divulgação

Araranguá registrou o primeiro óbito por coronavírus na madrugada desse sábado, dia 11. A vítima, natural de Sombrio, estava internada no Hospital Regional de Araranguá. Ela tinha 42 anos e era professora da rede municipal de ensino. Foi a segunda morte na região da Amesc devido a doença.

O Governo de Sombrio emitiu uma nota lamentando o ocorrido. Confira abaixo:

“Luto!

Estamos tristes. Todos. Professora Ana Cláudia José Luiz, da nossa rede municipal, infelizmente nos deixou hoje, vítima da Covid-19.

Não existe palavra que conforte, que diminua a tristeza da família. Mesmo assim, nós da Secretaria Municipal de Educação lamentamos, pois não só perdermos uma profissional competente, mas uma amiga de todos. Ana Claudia dava aula nas escolas Fioravante Minatto, comunidade de Garuva, e Alcides de Souza Pereira.

Jovem, com toda vida pela frente. Para nós não se trata de um número desse vírus que parou o Mundo. Se trata de um ser humano que fará falta à todos que a conheciam”.

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Coronavírus em SC: Fapesc aprova cinco projetos de pesquisa e destina R$ 500 mil a estudos sobre Covid-19 no estado

O edital buscava estudos que apontassem soluções para o combate à epidemia e seus efeitos na sociedade e na economia.

Em três meses, PGE atuou em cerca de 270 ações judiciais e emitiu 36 pareceres jurídicos sobre Covid-19

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) atuou de forma judicial e administrativa para dar suporte às decisões do Poder Executivo e garantir o cumprimento das determinações para conter o avanço do novo coronavírus no Estado.

STF autoriza SC a utilizar recursos do pagamento da dívida com a União no enfrentamento da Covid-19

O pedido foi protocolado pela Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina (PGE) para garantir que a União deixe de aplicar qualquer tipo de penalidade ao estado em razão da suspensão dos pagamentos.