Saúde

Covid-19: Com 12 casos em Morro da Fumaça, Secretaria de Saúde reforça medidas de prevenção

O primeiro caso de coronavírus em Morro da Fumaça foi registrado no dia 1º de abril.

Divulgação

Morro da Fumaça vinha apresentando bons números, com poucos casos do novo coronavírus (Covid-19), porém registrou seis casos positivos na última semana, o que reforça ainda mais a importância da continuidade das medidas de prevenção.

O Governo Municipal, através da Secretaria do Sistema de Saúde tem alertado frequentemente para que estas ações prossigam na busca para diminuir a propagação do vírus. “É preciso tomar todos os cuidados necessários. O vírus não escolhe e todos estão sujeitos a contrair. Vale sempre reforçar a importância de continuar com aqueles cuidados que todos já sabem”, destaca o prefeito, Noi Coral.

Em caso de sintomas ou se souber de pessoas suspeitas de estar com Covid-19, entre em contato pelos telefones: 3434-5435 ou 99119-3744. “As agentes de saúde do município irão levar as medidas de prevenção às comunidades atendidas por elas e também a Vigilância Sanitária seguirá fiscalizando como vem fazendo. Precisamos que todos tenham consciência do momento em que vivemos e acolham estas orientações”, fala o vice-prefeito, Eduardo Sartor Guollo.

A curva dos casos no município

O primeiro caso de coronavírus em Morro da Fumaça foi registrado no dia 1º de abril. Após o quinto caso, a cidade ficou 20 dias sem nenhum teste positivo. O fumacense mais jovem com Covid-19 é uma adolescente de 16 anos de idade.”É importante que as pessoas continuem atendendo as orientações. Todas estas atitudes são importantes no enfrentamento do coronavírus. A nossa curva continua crescendo e não é o momento de recuar ou diminuir os cuidados. Siga utilizando máscara e, principalmente, saia de casa somente em caso de extrema necessidade”, ressalta a secretária do Sistema de Saúde, Francieli Maragno.

Entre as iniciativas para buscar conter a proliferação do vírus está Decreto 065/2020, que tornou obrigatório o uso da máscara.

A enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Kellen Vieira, comenta que para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações. “A máscara precisa ter duas camadas de pano e é de uso individual. Elas podem ser feitas em tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos, desde que desenhadas e higienizadas corretamente. É importante que a máscara seja feita nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais”, explica.

Os casos de coronavírus em Morro da Fumaça:

01/04 – 1º caso

08/04 – 2º e 3º casos

09/04 – 4º caso

25/04 – 5º caso

16/05 – 6º caso

18/05 – 7º caso

22/05 – 8º caso

23/05 – 9º caso

25/05 – 10º e 11º casos

26/05 – 12º caso

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Secretaria de Saúde de Criciúma reforça chamado de gestantes, puérperas e crianças para vacinação contra influenza

Agentes Comunitários de Saúde visitarão as residências para monitoramento e intensificação de informações por causa da baixa adesão à campanha nacional

Governo Municipal divulga calendário para cadastramento relativo ao saque do FGTS dos atingidos pelas chuvas de maio

O atendimento será realizado a partir da próxima terça-feira (22), seguindo até sábado (26), no Centro de Múltiplo Uso, na rua Humberto Salvan, no bairro Esperança.

Coronavírus em SC: Fapesc aprova cinco projetos de pesquisa e destina R$ 500 mil a estudos sobre Covid-19 no estado

O edital buscava estudos que apontassem soluções para o combate à epidemia e seus efeitos na sociedade e na economia.