Saúde

Covid-19: Criciúma tem aumento de casos

No boletim epidemiológico mais recente, divulgado na tarde desta terça-feira, são 40 ativos a mais do que na segunda-feira.

Divulgação

O boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Criciúma, na tarde desta terça-feira, indica um aumento de casos ativos de Covid-19 na cidade. Isso em relação ao informe de segunda-feira. Atualmente, são 350 pessoas com a doença, enquanto na segunda-feira eram 310. No domingo, eram 356 casos ativos, já no sábado, no começo do feriadão de carnaval, eram 378 pessoas infectadas em Criciúma.

O número de óbitos continua estável. São 263 mortes por Covid-19, em Criciúma, desde o começo da pandemia. A última morte na cidade aconteceu no domingo, quando um homem de 37 anos perdeu a vida por infecção de Covid-19.

Atualmente, são 45 internados com Covid-19 em Criciúma. Entre moradores da cidade e de outros municípios, são 13 internados em UTI, 24 internados em clinicas, entre os confirmados com a doença, enquanto oito suspeitos de infecção estão internados em clinicas.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Clínicas e laboratórios particulares de Braço do Norte terão que informar a Prefeitura sobre exames para Covid-19 realizados

O Decreto 026/2020, assinado pelo prefeito, Beto Kuerten Marcelino, na noite deste domingo (12), visa garantir a transparência sobre os dados da doença no Município.

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

Em três meses, PGE atuou em cerca de 270 ações judiciais e emitiu 36 pareceres jurídicos sobre Covid-19

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) atuou de forma judicial e administrativa para dar suporte às decisões do Poder Executivo e garantir o cumprimento das determinações para conter o avanço do novo coronavírus no Estado.